Dizer sim quando quer dizer não.

Diga não, e não dê muitas explicações, do contrário vai acabar engolindo um sim.

Algumas pessoas são boas em dizer sim e pouco habilidosas em dizer não.

Como já comentei em outra postagem, não é uma frase completa. Quando nos metemos a dar muitas explicações é porque sabemos de antemão que este não terá pouca receptividade, e quanto mais razões nós damos, mais nos complicamos.

Algumas pessoas se utilizam dessa nossa deficiência para nos manipular, se aproveitar da nossa “boa vontade”.

Diga não:

Na verdade, queremos muito dizer não, e não ficamos encorajados em dizer não bruscamente, mas é exatamente isso que devemos fazer.

Também, a nossa impulsão por agradar a todos, nos coloca em posição de capacho, e isso é algo que temos que curar.

Nos matamos de trabalhar e ainda temos que dar conta de prestar uns tantos favores, alguns descabidos.

Assim, ficamos sobrecarregados e estressados, enquanto outros ficam confortavelmente no sofá, assistindo o futebol.

Reflexões:

Algumas coisas para refletir:

-as pessoas vão te amar assim como você é, e não precisa fazer um esforço descomunal para agradar.

-algumas pessoas vão te reprovar, isso está bem, não busque aprovação de 100% dos que te rodeiam.

-não se esforce além do razoável para não decepcionar os outros, você pode estar indo além dos limites.

-você pode e deve enfrentar as pessoas de vez em quando, mostre contrariedade.

-não se sinta culpado por não fazer de tudo, pois isso pode significar se fazer de capacho.

Relacionamentos costumam mostrar uma complexidade assustadora, mas não temos que acertar em tudo. Deixe espaço para alguns tropeções.

Você já é uma pessoa boa assim como é, procure melhorar um dia de cada vez, mas não vá além, pois o pedágio para a sua saúde pode ser alto.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta