Diferentes tipos de tempo bom.

Li outro dia que há diferentes tipos de tempo bom.

O tempo bom de chuva, o tempo bom de sol, e o tempo bom com muita ventania.

O tempo pode estar sempre bom, desde que o nosso olhar esteja sintonizado para o positivo, para o que pode vir de bom.

Assim é a vida. Mesmo diante de intempéries, podemos calibrar o nosso olhar para enxergar aquilo que é construtivo. Aquilo que pode edificar a nossa vida e nos tornar mais fortalecidos.

Veneno em doses pequenas:

Mesmo os venenos, em doses pequenas, provocam um processo de fortalecimento do organismo, e esse é o princípio aplicado às vacinas. O próprio vírus da doença é aplicado nas pessoas que desenvolvem a resistência à mesma doença.

Nessa lógica, é bom mesmo que tenhamos uma exposição a todo tipo de tempo, para nos prepararmos para qualquer tipo de intempérie. Pode ser um seca, ou inundação, e pensando assim, qualquer tempo é bom.

Quem passa por dificuldades financeiras, desenvolve uma capacidade para fazer muito com pouco. Isso funciona como uma vacina para dificuldades maiores.

Quem não passa por nenhuma dificuldade, corre o risco de desenvolver um espírito perdulário, e um risco para o próprio negócio.

O organismo humano:

Assim é o organismo humano, pois vamos criando uma imunidade por meio da exposição a micro doses de todos os tipos de estressores biológicos.

Somos organismos evoluídos, capazes de melhorar a nossa resistência e capacidade pela exposição constante de ameaças, venenos e estressores.

Temos que admitir o mesmo fenômeno quando se trata do estresse emocional.

Cada pequeno estresse deve ser recebido como uma dose de vacina, e não como algo que vai se acumular e transbordar numa doença mais séria. Acho que para isso, devemos pegar leve. Especialmente nas interações com as pessoas, relevando e deixando passar pequenos atritos e constrangimentos.

Levar a vida numa boa, é uma forma de se comportar como aquele para o qual “não tem tempo ruim”.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta