Devagar.

Ir devagar, ir com calma pode muitas vezes te permitir  ir mais rápido.

Temos mais idéias e somos mais criativos quando pensamos com calma.

A correria, às vezes, pode ser uma perda de energia, pois podemos rodar em círculos atrás do próprio rabo.

Devagar é um movimento mundial. Faz bem para a mente, para o corpo e para o espírito.

A alimentação elaborada com calma e degustada plenamente é um movimento que teve origem na Itália, o Slow Food, presente em mais de 100 países, inclusive no Brasil. Veja o site e aprecie os princípios e a filosofia deste movimento interessante.

Carl Honoré, que escreveu um livro muito bom, já editado em português, com o título de Devagar – como um movimento mundial está desfiando o culto da velocidade.

No livro, Honoré expõe largamente as idéias e a sua própria experiência de levar a vida mais devagar e mais feliz.

Uma recomendação que gosto bastante e que aplico de vez em quando é: faça um dia do devagar.

Eu pratico involuntariamente, quando esqueço os óculos de leitura em casa, quando o computador do trabalho dá pane, quando a rede de computadores sai do ar, ou mesmo quando esqueço o celular ou o carregador em casa.

Ao invés de me estressar com a limitação, aceito fazer daquele dia, um dia devagar.

Outra recomendação de Honoré é não ficar entediado, que é um sintoma do indivíduo acostumado com a correria sem fim e resolve levar a coisa mais devagar.

Diz Honoré que o tédio é uma invenção moderna.

O mundo moderno não nos dá p direito de estabelecer o nosso próprio ritmo.

Às vezes queremos ler devagar, pensar devagar, responder devagar, ir devagar, mas o dia-a-dia não nos dá qualquer chance.

Quando visitamos uma cidade grande e encontramos um local antigo, de extrema paz, por exemplo, uma catedral secular, ao adentrar, podemos experimentar o que é uma paz em meio à agitação.

Estabeleça alguma rotina do devagar, sem neurose e sem irritação.

Descubra um nicho de paz no seu mundo quase neurótico e hostil.

Passe adiante.

Beco

2 Comentários

Socorro

about 7 anos ago

Bom dia! minha vida sempre foi muito agitada e a uns quatro anos me vejo diariamente tendo que me adaptar ao devagar e confesso, não tem sido fácil e agora com seu texto de hoje, entendo que estou vivendo assim para aprender a realizar com qualidade todos os feitos da minha vida, é incrível como somos estimulados quando levados a pensar devagar, obrigada! Desejo que tenha um dia abençoado por Deus! Socorro

Responder

Eli Lima

about 7 anos ago

É isso, nossa cultura nos obriga a sempre estar fazendo algo. As pessoas vivem correndo, falando rápido, planejando atividades para o final de semana como se ficar sereno, tranquilo e às vezes cultivar o silêncio não fosse importante. Uma das doenças mais difíceis de serem superadas é o estresse, já tive e hoje prefiro ir devagar. Obrigada pela contribuição. Fique bem.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta