Conheça a natureza da sua natureza.

Conheça a si próprio.

Faça um diário das coisas que fez num determinado dia.

Inclua no diário o que você pensou, refletiu, decidiu sobre você mesmo.

Não seria surpreendente saber que boa parte do tempo é gasto em ganhar dinheiro, consertar o carro, trabalhar, pagar contas, estudar e cuidar da carreira.

Sobra ainda o tempo para cuidar da saúde própria, se alimentar adequadamente e repousar.

E o tempo para o planejamento da sua vida, no longo prazo, sobrou algum?

Deu tempo para refletiu sobre os seus pensamentos, seus gostos, seus desgostos, suas realizações, seus contentamentos?

Refletiu sobre as suas reações diante das coisas, sobre o seu temperamento e o seu humor?

Observou e refletiu sobre a influência das coisas e do ambiente sobre você mesmo?

Como tem sido a sua interação com os outros?

Você está satisfeito ou não fazendo o que está fazendo?

Se conhecer melhor conduz a melhores decisões sobre a sua vida. Melhor chance de ser feliz conscientemente.

Se submeter a testes psicológicos que apontam para o seu perfil pode te ajudar a se conhecer.

Dizem que nunca vamos resolver os nossos problemas se não conhecemos a si próprio.

Isso tem a ver com conhecer as suas forças e fraquezas, conhecer as suas virtudes e deficiências.

O auto-conhecimento permite o auto-aprimoramento e consequentemente  te permite resolver melhor os seus problemas.

O oposto disso consiste em andar no piloto automático, meio como um robô, comandado por outras pessoas, pela agenda de outros e do trabalho, atropelados pelas dificuldades que sequer sabe a origem, a causa ou a maneira de abordar.

Você destina um tempo vago só para você?

O que você faz no tempo vago? O que você gosta de fazer?

O que te atrai? O que te satisfaz? Quais pessoas te atraem? Aprenda sobre a sua motivação. O que motiva a sua ação – o que te move.

Identifique os seus desafios e saiba como enfrentá-los.

Qual é o sentido da sua caminhada?

Pra onde você está indo?

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta