Confie.

Confie que tudo vai melhorar. A confiança é um sentimento ou percepção vinculada a múltiplos eventos sociais, emocionais, e tantos outros completamente objetivos.

Mas o resultado da confiança é sempre fascinante – uma sensação de tranquilidade, satisfação e um certo relaxamento.

Podemos confiar que alguém vai nos pagar a dívida. Ele conseguiu se empregar e posso concluir isso objetivamente.

Tenho confiança na minha parceira, pois historicamente ela tem demonstrado que é o que devo sentir por ela.

Confiança:

Temos confiança em nós mesmos, pois somos a melhor testemunha de que damos conta do recado, e mesmo em meio a sérias adversidades, somos capazes de manter a calma e fazer o que tem que ser feito.

Quando confiamos no nosso Deus, sentimos uma calma enorme tomar conta das turbulências do momento.

Confiamos na força do bem sobre o mal, pois sabemos que é isso que tem prevalecido.

Confiamos uns nos outros, e a relação se transforma completamente. Até entre estranhos, os laços e compromissos assume um caráter realmente sério quando a confiança entra em cena.

Confiamos nas instituições e isso é o que permite que transações e operações comerciais possam se realizar.

Capital social:

A confiança é o capital social de qualquer sociedade, e é o elemento químico que possibilita as ligações, assim como os neurotransmissores atuam nos neurônios e permitem as sinapses.

Confiança é a virtude social fundamental para uma sociedade saudável e prospera.

Confiança reforça o pertencimento.

Na confiança, sentimos que fazemos parte.

Na desconfiança, ficamos isolados – não confiamos em ninguém.

Na confiança fazemos, realizamos, compartilhamos, cooperamos.

Na desconfiança nos imobilizamos, nem fazemos, nem deixamos fazer.

Confiança é paz e tranquilidade.

Confie.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked