Comemorar pequenas conquistas é fermento para grandes vitórias, celebre!

Comemorar pequenas conquistas é fermento para grandes vitórias, celebre!

Se dê conta de quanto você já caminhou nesta vida – quanto você já progrediu. Veja o quanto você melhorou.

Eu me lembro bem quando os meus filhos eram pequenos e estavam na fase de crescimento. Fixamos um lugar na parede para marcar a altura ao longo do tempo.

Eles próprios ficavam felizes de ver o quanto cresceram, e eu ficava ainda mais orgulhoso de vê-los crescer tão rapidamente.

Acho que isso pode ser aplicado também para cada um, na sua jornada da vida.

Olhar uma régua imaginária do nosso crescimento pessoal e comemorar a evolução.

Sempre que fizer uma reflexão das realizações, pense em uma maneira de comemorar, mesmo que simples.

Se habitue a comemorar as pequenas conquistas também no seu cotidiano, e faça isso com as realizações de seus colegas de trabalho, seus familiares.

Isso mantém o espírito positivo e alimentado para prosseguir vencendo barreiras e conseguindo novas realizações.

Hábitos:

Novos hábitos saudáveis devem ser comemorados.

O abandono de hábitos nocivos deve ser comemorado.

Não se esqueça de comemorar as novas oportunidades profissionais, a chance de conhecer pessoas interessantes, o convívio dos amigos.

Comemorar é sem dúvida um fermento para as novas etapas, novos desafios e novas realizações.

Um velho ditado que diz que é mais importante comemorar a vida que transcorre entre os anos do que os anos que transcorrem na vida.

Uma ideia para refletir- como seria a jornada de um atleta, sem a comemoração na chegada?

Como seria o seu treinamento cotidiano sem comemoração a cada marca nova conquistada?

Todo mundo tem que enxergar o seu progresso, e uma maneira de não deixar passar em branco é comemorar.

Quando comemoramos, valorizamos, e com isso nos sentimos estimulados para novas conquistas.                                                                                                                    Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta