Coloco nas mãos de Deus.

Acredito que há uma Força Superior que pode quando eu não posso.

Aprendi a ter fé, mesmo quando todos os prognósticos apontem para cenários negativos. Sei que não estou só, e mesmo quando isolado, sem qualquer companhia, em profunda escuridão, posso pedir pela luz para iluminar os meus caminhos.

Sei que ELE pode sempre, e a melhor coisa que me foi proporcionada, foi o discernimento para decidir, e escolher com segurança e confiança, os caminhos que trilhei em toda minha vida.

Entregar nas mãos de Deus:

Não sabemos de tudo. E mesmo quando temos informações suficientes para decidir, as dúvidas podem nos imobilizar, e o medo pode nos paralisar. Temos que acreditar, entregar nas mãos do Deus da sua crença, e tudo vai ficar bem.

Sei que posso acreditar no melhor, e já passei por momentos dramáticos, mas não me desesperei e pedi pela ajuda Divina.

Não posso reclamar da vida, muito embora não tenha atendidas nem uma fração dos meus anseios materiais. Mas isso já é passado, pois até isso pude serenar. Não peço tanto, pois tenho muito.

Aprendi que rico não é aquele que tem muito, mas aquele que precisa de pouco.

Peça ajuda:

No passado, pedia a ajuda DELE quando estava em dificuldade extrema, mas aprendi a contar com a ajuda em todas as circunstâncias. Não preciso estar na penúria para admitir a minha impotência.

Me julgo forte o bastante para enfrentar a vida em tudo que ela me oferece, mas aprendi a distinguir com clareza aquilo que posso e aquilo que não posso.

Isso veio para mim junto com a serenidade e calma para seguir a vida com alegria, a despeito de tantas adversidades.

Não posso tudo, não quero tudo, mas tenho a disposição para aproveitar a vida em todos os aspectos.

Viver é uma benção, e aprendi a olhar para cima e agradecer.                                                       R.S. Beco

1 Comentário

Ana Carla

about 4 anos ago

Adoro o blog!e seus textos!

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta