Colocando em perspectiva.

Colocando em perspectiva as circunstâqncias da sua vida, você deve fazer uma avaliação objetiva do que está bom e do que está ruim.

Pode piorar?

Pode melhorar?

Qual a melhor chance? Qual a situação mais provável?

Posso fazer algo a respeito?

Um plano de ação:

Uma vez identificada a situação mais provável, desenhe um plano de ação, e pare de fazer planos para a situação improvável.

Temos que colocar na real perspectiva as coisas que acontecem na nossa vida.

Há inúmeras coisas que são totalmente irrelevantes, mas nós acabamos dando um peso desproporcional, e consequentemente nos preocupamos além do necessário.

Os comportamentos que contribuem para nos tirar a perspectiva:

– reagir com exagero às ações e situações;

– fazer papel de mártir;

– muita pressa;

– críticas exageradas;

– muito julgamento;

É importante?

Afinal, pratos sujos são apenas pratos sujos. Não é o fim do mundo.

Um pequeno atraso no compromisso não tem que acabar em ruptura.

Tendemos a achar que tudo é um desrespeito, e queremos logo chutar o balde.

Andamos na correria, confusos entre a razão e a ilusão, entre o falso e o verdadeiro.

Se reduzirmos um pouco a velocidade vamos aliviar o coração.

Se adquirirmos a serenidade, vamos desfrutar da beleza do momento.

Devemos buscar um certo distanciamento dos problemas para assim enxergarmos as coisas na real perspectiva.

Quando queremos resolver tudo de uma vez, o problema nos sufoca, nos cega e nos incapacita.

Paradoxalmente, um desligamento nos permite ficarmos mais ligados aos problemas.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked