Coisas muito importantes

Coisas muito importantes

Coisas muito importantes podem estar sendo negligenciadas. Nos preocupamos com tantas miudezas, futilidades e coisas sem importância. Com isso, não nos sobra energia, ou capacidade mental e emocional para lidar com as coisas mais importantes na nossa vida.

Julgamento:

Identificamos algo que nos parece importante, mas que na verdade é uma futilidade sem tamanho. Passamos a dedicar um tempo enorme do nosso cérebro pensando e repensando essa coisa. Perdemos tempo, e o que é mais intrigante, perdemos a nossa vida inteira colocando o nosso foco em coisas sem importância. Isso pode ser o carro novo do vizinho, a falha imperdoável do amigo, o descaso da sogra, uma micro-agressão no local de trabalho.

Muitas coisas sem importância entram no nosso radar sem pedir licença. Acabam ficando por muito tempo, causando um mal estar, insatisfação e infelicidade.

Desperdício:

Temos que gastar o nosso tempo naquilo que realmente importa.

Olhar mais para as nossas falhas e onde podemos melhorar, sem focar nos defeitos dos outros e imaginar um dever de casa para o outro.

Temos que fazer o nosso dever de casa, nos empenhar e nos tornarmos um indivíduo melhor, um dia de cada vez.

Eu mesmo, me flagro várias vezes ao dia, enveredando por caminhos mentais desastrosos, julgando e rotulando pessoas que mal conheço.

É virus:

Isso tudo funciona como os cookies que enchem o nosso computador, bobagens e inutilidades que fazem com que ele funcione lento, com muita deficiência e prejuízo. Numa situação mais grave, funciona como o vírus que inutiliza o computador por um bom tempo. Isso é como a doença que se instala no nosso desprotegido organismo, que está mentalmente focado para o ruim, o feio, o inútil.

O padrão mental, a qualidade dos nossos pensamentos e nossas emoções influenciam largamente no comportamento das nossas células. É o efeito epigenético que favorece a expressão do nosso gene para o bem ou para o mal.

Não queremos que o nosso próprio organismo trabalhe contra a própria saúde.

Faça alguma coisa:

Temos que reprogramar a nossa mente, e isso começa por identificar um padrão nocivo e negativo.

O passo seguinte e fazer alguma coisa para quebrar esse padrão. E isso é uma tarefa para todos os dias, até que os dias não sejam mais dias.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked