vontades Posts

Na dúvida – deixe o coração falar

Na dúvida – deixe o coração falar

Não se desespere na crise. É perfeitamente normal termos muitas dúvidas quando as coisas andam mal, enfim, não queremos errar nas nossas decisões e entornar mais o caldo.

Muitas vezes, temos dúvidas crueis sobre uma ação a ser tomada, ou mesmo uma situação que queremos abandonar.

Na dúvida, deixe o coração falar.

Se acalme e traga lá do fundo os motivos para tomar uma ou outra decisão. Você tem que se sentir confortável com a decisão, e o conforto vem lá de dentro, do coração.

Se o cérebro e a razão já deram a sua contribuição e não te permitiu pesar entre uma ou outra solução, dê chance ao seu coração.

A valiosa liberdade

Preserve a valiosa liberdade. A liberdade que usufruímos hoje é muito valiosa, e podemos fazer quase tudo na nossa vida. As nossas escolhas são variadas, a discricionariedade é enorme e tudo isso é razão para nos afastarmos da escravidão, seja do consumo, dos costumes e hábitos nocivos que outros podem tentar nos impor.

A sociedade de consumo é muito forte, e a propaganda lança mão de recursos científicos sofisticados para nos enganar e nos empurrar para coisas que sequer pedimos, e pior, detestamos.

A nossa liberdade foi conquistada, é um valor sem tamanho, e temos que preservar a todo custo.

Uma das receitas é manter a vida simples, sem tanto apelo consumista, adiar um pouco qualquer compra até que a vontade passe.

Deseje ser uma pessoa melhor.

Queremos nos tornar uma pessoa melhor.

Isso leva tempo, honestidade, determinação e um profundo auto-conhecimento.

Mas o simples desejo de melhorar já é alguma coisa, e temos que cuidar bem desse desejo para que ele se desdobre, no futuro, em ações concretas.

Os pensamentos antecedem as ações, e é ali, na nossa mente e no coração, que tudo tem seu começo.

Entenda o que se passa contigo.

A vida é uma jornada de crescimento, e de repente, temos uma surpresa com nós mesmos.

De repente deixamos de gostar de batatas fritas e passamos a apreciar mais o brócolis, isso dito metaforicamente.

Amadurecemos, nos tornamos adultos mais compreensivos, e muita coisa perde o sentido, e outras tantas passam a fazer todo sentido.

O que desejo? O que quero da vida? O que espero da vida? O que me atrai no momento?

Erros de outros não justifica os meus.

Não devemos utilizar os erros alheios para explicar os nossos próprios erros.

Às vezes repetimos o que está errado simplesmente porque os outros já estão procedendo dessa maneira.

Fazemos isso por preguiça, assim como os outros. Dá um pouco de trabalho fazer certo.

Muitas vezes agimos imitando os outros, como verdadeiros robôs, sem inteligência, sem reflexão, apenas para se conformar, agir conforme o grupo e ir com a corrente.

Egoísmo e amor próprio.

Amor próprio não é egoísmo. Cuidar de si próprio é o que temos que fazer, primeiro de tudo.

As pessoas egoístas, também não gostam de si, e levam a vida guiadas pela ganância, materialismo, status e promoção.

No fundo, estão descuidando dos seus desejos mais profundos, enquanto cuidam de imitar os outros, ter mais que os outros, se comparando, criticando e julgando tudo que vê à sua volta.

O egoísmo fecha as pessoas dentro de um círculo muito pequeno e insignificante.

Diga sim quando quer dizer sim.

Tenha opinião própria e não se deixe influenciar em demasia pela opinião dos outros.

Você não é um fantoche, e diga sim quando quer dizer sim.

Também, diga não quando quer dizer não.

Não deixe que a sua vida saia do controle, e não deixe que outros controlem o que sai da sua boca.