Soluções Posts

É sempre possível melhorar a situação, amenizar o sofrimento, consertar o que está quebrado

É sempre possível melhorar a situação, amenizar o sofrimento, consertar o que está quebrado

Não há sofrimento que não possa ser amenizado, e temos que ter em mente que sempre podemos melhorar a nossa situação. Temos que agir com calma, serenidade, pois não há nada na vida que não tenha jeito.

Às vezes, os caminhos da vida nos levam para destinos indesejados. Perdemos familiares, desatamos relacionamentos, falimos, e por vezes nos incapacitamos. Mas tudo tem jeito. Sempre dá pra consertar e recomeçar, e o sofrimento é parte da nossa vida.

Não podemos fazer o tempo voltar. Não dá para fazer diferente o que já foi feito. Podemos, no entanto, aceitar o que ocorreu, com serenidade, e seguir em frente.

Tenha calma, examine com cuidado a situação, pois às vezes o problema sequer existe. Um pouco de boa vontade e aceitação pode colocar tudo no lugar.

Imagine a solução e os problemas irão se resolver

Imagine a solução e os problemas irão se resolver

Muitas vezes ficamos tão sufocados e amedrontados com os problemas que não atinamos mais nas soluções.

É muito comum, quando nos defrontamos com um problema, ter a mente tão ocupada com o problema em si, que sobra pouco espaço para as soluções, para o próprio prazer de viver.

A mente roda em círculos e a solução parece uma coisa longínqua, e os problemas parecem não ter fim.

Pense na solução. Pense no problema solucionado e eliminado.

Olhe para as barreiras sim, mas pense nelas sobrepujadas, ultrapassadas – olhe para as suas habilidades e as arranje de modo a ajudar nessa empreitada.

Não exagere nos problemas

Não exagere nos problemas

Não fique exagerando quando fala de seus problemas, pois você mesmo vai acabar acreditando que a vida é uma empreitada fracassada.

Dê a verdadeira dimensão aos seus problemas. Problemas pequenos são pequenos, e na maioria das vezes são pequenos.

Não dramatize. Não aumente o tamanho dos problemas. Deixe-os na proporção exata.

Localize-os no tempo. Não é razoável antecipar muito a preocupação com coisas que podem acontecer lá na frente. Muitas dessas coisas sequer acontecerão.

Como nossos pais.

Interessante ver como guardamos as lições aprendidas dos nossos pais. Não só nos lembramos delas, mas aplicamos tais valiosas lições na educação dos nossos filhos.

Meus pais já se foram, mas seguidamente me lembro deles e mantenho vivas as preciosas lições de vida que me foram passadas.

Escreveu David Servan-Schreiber pouco antes de partir, que lhe ocorreu a ideia e a imagem de deixar para os filhos, ainda pequenos, um véu protetor. Algo imaterial que não pode ser vista ou tocada, mas que representaria a força do amor incondicional sempre pronta para sustentá-los, animá-los e impulsioná-los.

Eu tenho essa mesma sensação quando penso no legado deixado pelos meus pais na minha educação.

Ainda dá para consertar.

Ainda dá para consertar, mesmo quando pensamos que tudo está perdido, e parece que o que tinha tudo para dar certo acabou dando tudo errado.

Mas ainda dá para consertar. Respire fundo e não deixe a o desânimo tomar conta.

Deixe a poeira assentar e você vai ver com mais clareza o que deve ser feito.

O primeiro pensamento, aquele da desistência pode correr ciclicamente na sua mente, e você tem que afastá-lo, pelo menos momentaneamente.

Um pouco de pensamento positivo, e a cabeça no lugar, as saídas começam a parecer viáveis e as alternativas atrativas.

O momento glorioso da decisão.

Cada momento de decisão é também um momento de glória.

Que seria de nós se não tivéssemos que tomar nenhuma decisão? E se tudo na nossa vida estivesse definido, e nós fossemos seres sem qualquer discricionariedade? Ainda bem que a nossa realidade não é essa.

Cada momento de decisão difícil, sentimos a ansiedade e o medo das consequências. É a dúvida que navega de braçadas na nossa mente, mas temos que ter em conta que estamos diante de um momento glorioso de decisão, um momento nosso, o mundo humano do possível.

A nuvem não é o céu.

Você sabe que a nuvem não é o céu. Olhe além da tempestade. Levante os olhos para um horizonte mais largo, mais longe.

A nuvem não é o céu, e mesmo que uma tempestade se forme e nuvens sombrias dominem o seu campo de visão, saiba que o céu claro e brilhante não desapareceu, está sempre lá, acima de qualquer coisa.

O olhar muito distante pode nos tirar da realidade, tirar os pés do chão, mas o olhar constantemente voltado para o chão não nos permite desenvoltura, e ainda por cima, a vida vai nos parecer uma estrada esburacada, cheia de dificuldades.