Simplifique Posts

Uma vida simples mas cheia de sentido

Uma vida simples mas cheia de sentido

Procure levar uma vida simples, mas cheia de sentido, na direção do seu crescimento pessoal.

O consumismo exacerbado de hoje em dia nos empurra cada vez mais para complicações, sofisticações e isolamento – isso nos afasta da felicidade, prejudica a nossa saúde e acredite, encurta a nossa vida. Leo Babauta já publicou o seu Manifesto sobre a simplificação com 72 dicas, e eu faço o mesmo com algumas poucas, mas importantes.

A vida simples pode ser uma vida mais rica e abundante.

A vida simples pode ser uma vida mais rica e abundante.

A vida simples não quer dizer vazia, sem significado, muito pelo contrário. Quando adotamos medidas para simplificar a vida, facilitamos aproveitar a vida em tudo que ela nos oferece, livres das armadilhas do cotidiano.

A vida não é fácil para ninguém como eu gosto de repetir. Mas ao desativarmos as armadilhas que complicam a nossa vida, damos chance para perceber as oportunidades de realização e usufruto.

A primeira armadilha é o excessivo materialismo, muitas posses, muitas escolhas e nenhuma dificuldade para preencher as necessidades materiais.

5 coisas para se dedicar menos e 6 para se dedicar mais para simplificar a vida

5 coisas para se dedicar menos e 6 para se dedicar mais para simplificar a vida

As pressões do cotidiano nos convidam para muitas complicações, e por esse motivo, temos que simplificar a vida em tudo que for possível.

Isso não quer dizer tirar o prazer de viver, mas sim evitar sobrecarregar os compromissos sociais e exagerar no consumo de tudo.

A correria do dia a dia, a agenda cheia e um estilo de vida sofisticado pode não deixar tempo nem tranquilidade para se dedicar a si próprio.

O prazer de viver está nas coisas simples.

Facilite a sua vida.

O nosso dia é uma correria, e se complicamos a nossa rotina, acabamos sacrificando coisas muito importantes, como a alimentação, o repouso e o exercício físico.

Numa agenda apertada, primeiro cortamos o repouso, depois o exercício físico e não escapa a negligência na alimentação, comendo mal e fora de hora.

Procure deixar as coisas à mão para facilitar.

Se você quer fazer ginástica, não invente nada mirabolante, e tenha sempre na sua lista, exercícios que possa fazer em casa.

As academias sofisticadas são realmente um luxo, pessoas bonitas, instrutores gabaritados. Mas a pequena sala de ginástica do condomínio pode ser uma opção rápida e segura.

Procure as notícias boas.

Temos um cérebro formado para se fixar em notícias ruins. O que é ruim, desastroso e perigoso chama a nossa atenção.

E o noticiário é construído para mostrar as catástrofes e chamar a nossa atenção. Como diz o velho ditado dos noticiários: “if it bleeds, it leads”, quer dizer que aquilo que sangra chama a nossa atenção.

Não é a toa que trafegamos nas estradas e constatamos que congestionamentos enorme se formam com a cena de um acidente. Mesmo que os veículos já estejam fora da pista, e os acidentados já tenham sido removidos, reduzimos drasticamente a velocidade para apreciar a ocorrência.

Enquanto isso, faça o seu melhor.

Simplifique a sua vida, mas tenha a disposição de dar o seu melhor, um dia de cada vez.

Como dizia o ator Cary Grant (da época de sua avó): “na minha vida, sigo uma fórmula muito simples, acordo de manhã e quando chega a noite vou dormir, e entre uma coisa e outra, faço o meu melhor”.

A vida poderia ser assim, tão simples – acordar – dormir – fazer o seu melhor.

Faça o bem para alguém hoje. Faça algo de bom para si mesmo. Procure a harmonia no convívio com os outros.

A química do nosso cérebro.

Deixe que a meditação trabalhe no seu organismo – experimente.

A meditação estimula um processo químico que é favorável à saúde do nosso cérebro, e consequentemente, também para todo o nosso organismo.

No passado, essa conexão era pura especulação, uma vez que a meditação era associada às religiões orientais, e não poderia ser objeto de qualquer refutação ou comprovação científica. Ciência e religião caminhavam separados, e ainda caminham , mas alguma coisa vem mudando.