Simplicidade Posts

Uma vida simples mas cheia de sentido

Uma vida simples mas cheia de sentido

Procure levar uma vida simples, mas cheia de sentido, na direção do seu crescimento pessoal.

O consumismo exacerbado de hoje em dia nos empurra cada vez mais para complicações, sofisticações e isolamento – isso nos afasta da felicidade, prejudica a nossa saúde e acredite, encurta a nossa vida. Leo Babauta já publicou o seu Manifesto sobre a simplificação com 72 dicas, e eu faço o mesmo com algumas poucas, mas importantes.

Com as duas mãos

Com as duas mãos

Venho de uma cultura japonesa onde damos e recebemos com as duas mãos. Me lembro, na minha tenra idade, minha mãe se recusando a me entregar alguma coisa até que eu estendesse ambas as mãos. Neste início de ano, tive uma experiência fantástica que me remeteu imediatamente à essa lição, à essa lembrança.

Feliz em 30 segundos

Feliz em 30 segundos

Seja feliz em 30 segundos. Não vou passar nenhuma fórmula mágica, mas experimente essa receita e me diga se não dá resultado. Faça agora mesmo, e faça de maneira honesta e compenetrada.

A vida simples pode ser uma vida mais rica e abundante.

A vida simples pode ser uma vida mais rica e abundante.

A vida simples não quer dizer vazia, sem significado, muito pelo contrário. Quando adotamos medidas para simplificar a vida, facilitamos aproveitar a vida em tudo que ela nos oferece, livres das armadilhas do cotidiano.

A vida não é fácil para ninguém como eu gosto de repetir. Mas ao desativarmos as armadilhas que complicam a nossa vida, damos chance para perceber as oportunidades de realização e usufruto.

A primeira armadilha é o excessivo materialismo, muitas posses, muitas escolhas e nenhuma dificuldade para preencher as necessidades materiais.

5 coisas para se dedicar menos e 6 para se dedicar mais para simplificar a vida

5 coisas para se dedicar menos e 6 para se dedicar mais para simplificar a vida

As pressões do cotidiano nos convidam para muitas complicações, e por esse motivo, temos que simplificar a vida em tudo que for possível.

Isso não quer dizer tirar o prazer de viver, mas sim evitar sobrecarregar os compromissos sociais e exagerar no consumo de tudo.

A correria do dia a dia, a agenda cheia e um estilo de vida sofisticado pode não deixar tempo nem tranquilidade para se dedicar a si próprio.

O prazer de viver está nas coisas simples.

Cultive a humildade

Procure a humildade, e saiba que é um sentimento, uma atitude das mais nobres. Ser humilde não significa se colocar por baixo, se fazer de capacho e deixar que os outros tirem vantagem.

Também não é preciso que a vida te deixe de joelhos para você aprender a ser humilde. Pratique a humildade sempre que possível, na hora adequada e sinta a serenidade e a paz tomar conta de você.

O nosso cotidiano costuma ser hostil para as virtudes humanas, e exercício da humildade pode parecer incompatível com um ambiente de competição, de realizações materiais, acumulo de riqueza e tudo mais.

O dinheiro não compra.

Dinheiro não compra felicidade, já sabemos.

Mas será que o dinheiro compra algum bem-estar?

Afinal, o dinheiro é bom?

Uma coisa é certa e nós já sabemos. Depois de um determinado nível, não adianta acumular mais dinheiro que o seu bem-estar não muda nem um pouquinho.