Significado Posts

Sutil arte de ligar ou desligar

Sutil arte de ligar ou desligar

A sutil arte de ligar o F, na minha visão é a arte deliberada de se desligar de uma porção de coisas que não nos diz respeito. É um recurso valioso para reduzir o estresse e aprender a cuidar mais de si mesmo. Tirar o foco em outras pessoas. Este é o melhor ensinamento de Mark Manson no seu best-seller.

A sutil arte de ligar o F é se desligar:

O título do livro de Manson parece ofensivo, algo que não gostaríamos de ouvir numa conversa séria em família. Na verdade o título adotado no Brasil confunde um pouco o sentido que o autor deu à sua abordagem.

O nome correto do livro, e que traduz o “I gon’t give a f*ck”, seria “Eu não dou a mínima”.

Na explicação detalhada do autor, vem o ensinamento precioso de aprender a se importar com as coisas que realmente importam.

Meu vizinho comprou um carro mais bonito que o meu: “Eu não dou a mínima”.

O meu cunhado conseguiu um emprego melhor que o meu: “Eu não dou a mínima”.

Porque?

Uma recomendação para descobrir se você está se importando por muita coisa boba, é se perguntar porque você se importa com alguma coisa, e veja o que você descobre.

É bem provável que você chegue à conclusão de que está colocando muita coisa no seu radar que não deveria estar lá. Carregando muita coisa na sua mochila que não é seu negócio; pedras, peso morto, ferro-velho.

Veja se tudo isso não é motivado por insegurança, egoísmo, inveja e outros sentimentos negativos.

Um herói crítico:

Manson comenta sobre o “Disapointing Panda”, o herói que ninguém quer ter, aquele que fica te criticando no bom sentido, apontando para aspectos duros da sua vida. Ninguém precisa de um herói como esse, mas todos deveriam representar esse papel consigo mesmo. 

Se ligue naquilo que te diz respeito:

Não dar a mínima, na leitura de Manson não quer dizer se desligar de tudo, deixar tudo correr solto.

É na verdade se importar com aquilo que é a sua vida, e deixar a vida dos outros em paz.

Como já comentei em postagem anterior: Cuide mais da sua vida.

Se ligue em si mesmo.

Rubens Sakay

 

Qual o significado de sucesso para você?

Qual o significado de sucesso para você?

Sei que é sua preocupação, o significado de sucesso para você.

Recentemente li o livro de “Barking up the wrong tree” de Eric Barker que fala sobre como viver uma vida bem sucedida e me veio o empurrão para escrever sobre isso.

O autor do livro, lastreado por estudos, afirma que  as pessoas que se dizem bem sucedidas definem o sucesso como:

Realizações:

Muitas pessoas definem sucesso apenas por uma única medida: dinheiro. Mas nem sempre o sucesso está associado a dinheiro ou mesmo bens materiais.

Realizar coisas nos dão a sensação de que estamos vencendo. Procure fazer uma listado do quer conseguir. Comemore cada realização.

Defina objetivos pequenos e alcançáveis, pois eles, juntos, fazem um objetivo grande.

Legado:

O legado é aquilo que deixamos para trás. Aquilo que nos dá a impressão de que estamos influenciando a vida de outras pessoas de uma maneira positiva.

Ajude os outros a terem sucesso.

Significado:

Sentir que você é necessário às pessoas perto de você, isso representa significado.

Você é valioso para as pessoas que te cercam?

Seja uma fonte de otimismo. Leve para os outros o que você tem de melhor.

Felicidade:

Felicidade é o sentimento de que você está saboreando a vida.

Aproveite cada experiência e sinta gratidão por tudo que recebe.

Os intensificadores:

Barker comenta sobre 3 intensificadores.

O primeiro fator que pode intensificar o seu sucesso é aquilo que você acha que é uma deficiência, e pode representar uma vantagem, seja a timidez, a introspecção. Em determinadas circunstâncias isso pode se transformar em ponto positivo.

O segundo fator pode ser um atributo pessoal que pode parecer estranho, mas pode representar uma vantagem. Veja o caso do grande recordista olímpico Michael Phelps que tem uma envergadura avantajada, braços longos e mãos grandes, que na escola eram motivos de chacota.

Até as pessoas com um leve distúrbio tipo Asperger pode levar vantagem sobre as pessoas normais quando se trata de compenetração para a ciência, especialmente em ambientes como o Silicon Valley.

Identifique alguma coisa que te torna especial e que você acredite que seja uma deficiência,  procure um ambiente onde isso pode se tornar uma vantagem.

Compreenda o significado de sucesso para você.

 

Rubens Sakay

Intimidade consigo mesmo

Intimidade consigo mesmo

Experimente a intimidade consigo mesmo. Se desligue por algum momento de tudo que te puxa para fora de si, as conexões com outras pessoas, com as circunstâncias e com as redes sociais.

Afinal, o que é a esteira hedônica?

Afinal, o que é a esteira hedônica?

Ouvimos tanto falar do hedonismo, da esteira hedônica e do excessivo materialismo. Faço aqui um breve resumo para você entender o lado negativo de confiar muito nos estímulos externos quando pensamos na felicidade.

A esteira hedônica é, de maneira figurativa, onde ficamos correndo atrás do prazer e dos anseios materiais. Como não conseguimos alterar o estado de satisfação a despeito de conseguirmos mais coisas, ficamos estagnados, parados no lugar.

Assim como o ratinho de laboratório, que corre no seu pequeno carrossel, sem sequer sair do lugar, estamos anestesiados pela esteira hedônica. Até parece que acabamos de sair da cadeira do dentista. Quando passa a anestesia fica a dor. Quando nos acostumamos com o que temos e não temos um novo brinquedinho, temos que nos aguentar. É a dor da própria aceitação.

Cada momento – uma experiência espiritual.

Podemos acreditar que estamos de passagem ou não, mas o fato é que cada momento é uma experiência espiritual que deve ser vivida plenamente. Somos seres espirituais.

Sinta a beleza de cada momento, não se faça perturbar com a correria e se permita saborear a abundância de cada experiência.

Vivemos momentos isolados, ligeiros, verdadeiras pérolas no oceano do cotidiano.

Vivemos capítulos de uma continuação, um dia de romance, um dia produtivo de trabalho, faça valer a pena.

Um encontro nada casual.

Nenhum encontro é casual. Há sempre alguma razão para acontecer.

O fato de você ter chegado até esta conexão não é casual. Há sempre uma mão milagrosa que nos coloca em conexão, uns com os outros, e vamos fazendo uma corrente benevolente e virtuosa que acaba por final, em uma possibilidade de ajudar quem nem imaginamos alcançar.

Coincidência é quando simplesmente acontece, e nos sentimos gratos de estar no caminho certo.

Eistein gostava de dizer que coincidência é quando Deus quer se fazer anônimo.

Somos protagonistas do nosso destino, mas não somos senhores.

A resposta adequada.

Sei que você quer sempre a resposta adequada. Se você não está satisfeito com as respostas que a vida lhe apresenta. Experimente mudar as perguntas.

Com a mente fechada, as perguntas são restritivas, e estamos sempre fazendo as mesmas perguntas.

Porque não tenho um salário melhor? Por que eu? Eu mereço tudo isso?

Quando algo de errado acontece contigo, não se coloque como vítima, como se fosse a pessoa mais injustiçada do mundo.

Se pergunte o que isso vai te ensinar. Pergunte pelo significado.