Saudade Posts

Traga de volta as lembranças felizes

Traga de volta as lembranças felizes

Faça um esforço para trazer de volta as lembranças felizes. Sempre quando arrumamos a nossa casa ficamos no dilema de guardar ou descartar alguns objetos que pertenceram aos nossos antepassados.

Tenho objetos que pertenceram aos meus avós, aos meus pais que já se foram, e gosto muito de trazer as boas lembranças que este objetos me remetem. Acredito que todos vivenciam o mesmo tipo de experiência no seu cotidiano.

Isso acontece quando reencontramos familiares

Os tempos felizes que vivemos juntos.

Os tempos felizes que vivemos, que benção. Os meus pais já se foram, mas as lembranças felizes de inúmeros momentos mágicos ficaram na minha lembrança.

Dizem que a vida não é o que vivemos, mas o que lembramos que vivemos. Eu mesmo faço um esforço adicional, escrevendo sobre os momentos, para tê-los sempre à mão.

Éramos cinco filhos e viajávamos de férias empacotados num carro pequeno.

Cantorias incessantes eram constantes nos trajetos, e quando chegava a hora da historinha infantil no programa de rádio, era um trabalhão para sintonizar.

Quem está longe também está perto.

Quem está longe também pode estar perto. Não podemos ficar sempre perto das pessoas que amamos.

Especialmente os filhos, seguem caminhos e desafios próprios da sua idade e fase da vida.

Eu também tive meu tempo de me despedir dos pais e seguir o meu rumo.

A vida é desafios, caminho e abundância.

Um grande amigo se foi.

Fiquei sabendo ontem que ele se foi.

Interessante refletir sobre a relação que tivemos.

Nunca o visitei. Ele nunca me visitou. Os nossos contatos foram meio programados, meio erráticos, mas ele teve uma influência tremenda na minha vida.

Praticamente tudo que escrevo hoje neste blog, teve início na nossa primeira conversa, altamente filosófica, honesta, verdadeira e corajosa.