Ruminação Posts

Perdoar é quase esquecer

Perdoar é quase esquecer

Aprender a perdoar é uma prática para todos os dias, e perdoar é quase esquecer.

Quando experimentamos o perdão, um pouco de cada vez, é inevitável sentir um alívio no coração.

Quando sentimos rancor e ressentimentos por eventos passados, sentimos como se uma máquina impiedosa apertasse o nosso coração. Especialmente quando respiramos fundo, sentimos como se algo nos estrangulasse por dentro.

Onde você está desperdiçando sua energia?

Onde você está desperdiçando sua energia?

O nosso cotidiano é repleto de atividades que de nada contribuem para a nossa vida e funcionam como um buraco negro de energia. É como se jogássemos a preciosa energia pelo ralo. E não é difícil explicar porque chegamos ao final do dia esgotados, enfraquecidos e impotentes.

Você está se sentindo cansado, como se tivesse passado o dia empurrando uma montanha com as próprias mãos?

Um sintoma de que isso acontece conosco é quando ficamos numa incansável ruminação sobre alguma coisa que deu errado, procurando culpados, tentando se proteger de algum golpe baixo.

Isso também acontece quando encaramos a vida como uma corrida de cavalos, sendo nós mesmos os cavalos. Estamos sempre tentando colocar uma cabeça de vantagem, sem sequer questionar que diferença isso faz em nossas vidas.

Não rumine a sua tristeza e deixe-a-passar

Não rumine a sua tristeza e deixe-a-passar

Aceite sua tristeza e deixe-a passar. Não fique preso a ela, não rumine e não a deixe ficar.

Quando estamos tristes, temos uma tendência a nos afundar na tristeza. Quanto mais tempo passamos nessa situação, mais temos dificuldades de sair dela. Ao sentir a tristeza chegando, reconheça-a, aceite-a, mas procure uma maneira sutil de mantê-la a uma distância segura.

Uma boa receita é procurar alguma coisa produtiva para fazer. Comece a preparar o jantar. Arrume o armário. Limpe o jardim. Isso pode não resolver a tristeza, nem eliminar a causa da tristeza, mas vai te deixar mais satisfeito, simplesmente por te fazer produtivo, e vai te distrair para as coisas do seu mundo real. Procure uma atividade quase que mecânica, e ao mesmo tempo agradável. Não busque coisas sofisticadas e que exijam uma concentração mental acentuada. Isso pode ser um gatilho para o retorno dos pensamentos tristes.

Remoer o passado triste vai fazer a tristeza RESSURGIR

Remoer o passado triste vai fazer a tristeza RESSURGIR

Não fique alimentando as suas lembranças tristes, fique em paz com o seu passado, se perdoe, perdoe os outros e deixe ir os ressentimentos e a culpa. Remoer o passado triste só vai faz a tristeza, que deveria ficar adormecida, RESSURGIR.

Ficar relembrando as coisas tristes que aconteceram na sua vida constantemente é alimentar as sementes da tristeza, prejudica a autoestima e muitas vezes provoca a imobilização, a estagnação.

Dê um basta na ruminação

Dê um basta na ruminação

Pare de ficar mastigando os ressentimentos, a culpa e a inveja. Deixe ir os pensamentos negativos.

Importante pensar nos problemas e buscar soluções adequadas, mas ficar ruminando incessantemente os problemas nos torna infelizes e incapazes de viver as coisas boas que estão acontecendo conosco neste exato momento. Sinta o frescor da brisa matutina, sinta o odor das flores, perceba o verde da vegetação. Isso tudo te traz para o momento presente, e com a prática você vai abandonando esse processo tão prejudicial para a sua busca permanente da felicidade.

Histórias que contamos uns aos outros.

Contamos histórias honestas, engraçadas e plenas de significado e com elas aprendemos as lições uns dos outros.

Outro dia, tomei um taxi de Ipanema para o Botafogo. Deveria tomar ter tomado o ônibus, mas a pressa era enorme.

Pedi para me levar à igreja de Santa Terezinha junto ao shopping Rio Sul, no que o motorista replicou: ”está com Deus está bem”. E prossegui numa conversa vinculada à Tereza de Lisieux, a jovem francesa que deixou este mundo muito cedo. Hoje a conhecemos como Santa Terezinha do Menino Jesus.

Ele me perguntou: “o senhor é padre?” Respondi que não, mas tinha uma grande admiração pela santa.

Ele comentou: “se o senhor fosse padre ia me abrir com o senhor…”.

Serenidade, o meu lugar de descanso.

A vida é cheia de altos e baixos, e precisamos de um lugar para repousar entre a alegria e a tristeza. Esse lugar é a serenidade, que você vai encontrar dentro de si mesmo.

Não fique angustiado quando a tristeza te atingir, afinal, a vida não é feito um saco cheio de alegrias.

Quando o tempo fica ruim, é hora de repousar nos braços da serenidade, e não há melhor lugar para fazer isso.

A melhor parte da história, é que essa prodigiosa serenidade está dentro de cada um, lá no fundo do seu mundo interior.

Dizem, e eu vivo repetindo, que a água, no fundo do lago, é sempre serena.