Responsabilidade Posts

As adversidades nos encontram com facilidade.

A vida nos providencia as adversidades de graça, sem solicitação. Os problemas batem à nossa porta.

Por outro lado, a coragem para enfrenta-los e as soluções para cada um, temos que procura-las com determinação.

Como dizem: os problemas nos encontram, mas as soluções, temos que procura-las.

Em resumo, se ficarmos simplesmente parados, seremos inundados pelos problemas, e o simples ato de ficar estagnado já é uma escolha, aliás, uma péssima escolha.

Os frutos de nossas ações.

Somos responsáveis por tudo que fazemos, e as nossas ações têm consequências, para o bem e para o mal.

Temos que pensar seriamente nos frutos de nossas ações antes de executá-las.

Nenhuma ação é totalmente inócua, ela produz resultados e temos que assumir a responsabilidade.

Quem pensa que levar a vida em piloto automático, levado pelas circunstâncias não implica em consequências, está equivocado, pois mesmo a falta de ação é uma decisão que pode causar mal a outra pessoa.

A nossa responsabilidade com o futuro.

O passado não vai nos cobrar nenhuma ação, mas o futuro urge por nossas iniciativas e decisões.

O futuro é construído agora nesse exato momento, com as decisões e iniciativas que você está conduzindo agora.

Podemos fazer corpo mole, procrastinar, ou mesmo agir com displicência, sem cuidado, de qualquer jeito. O futuro estará comprometido pelas nossas ações do momento, e os resultados medíocres, objetivos não atingidos pode ser a consequência.

Temos que olhar o nosso próprio futuro com responsabilidade.

A grama sempre verde.

Percebo que a grama é sempre verde onde costumo jogar a água suja dos cachorros.

Me dou conta de que um pouco da nossa ação, e a fé na natureza pode produzir bons resultados.

É claro que eu quero a grama sempre verde, e quero que meus sonhos e projetos prosperem, mas devo sempre me lembrar que tenho que fazer a minha parte.

A vida pode ser abundante, mas nada cai de bandeja, temos que fazer um esforço, executar um mínimo movimento.

Foco no positivo pode não ser o bastante.

Quando as coisas não dão certo, temos que focar os pontos positivos, não desanimar, mas isso pode não ser o bastante.

Temos que lutar diligentemente para reduzir os pontos negativos. Temos que trabalhar para aumentar os pontos positivos. E há uns tantos pontos que precisam ser transformados, pois não são nem positivos nem negativos na essência.

O pensamento positivo pode ajudar, e acredito que a mente fica mesmo sintonizada para o bem, mas é preciso eliminar as coisas que nos incomoda, fazer a nossa parte, partir para a ação, atacando aqueles pontos que estão em evidência, estão na nossa cara.

Todo mundo já enfrentou situações semelhantes, por exemplo, se dar conta que o endividamento está nos afogando. Não há muito o que pensar, é cortar gastos drasticamente, renegociar as dívidas, se desfazer de algumas coisas, fazer caixa e sair da crise.

A cabeça mergulhada nos problemas.

Quando sinto que estou me afogando nos problemas, quase vendido diante das adversidades que a vida me premiou, tenho que tomar algumas providências rápidas para não me afogar.

Não enxergo mais nada, não enxergo as soluções, me sinto abatido pelo azar, desamparado, sem saber a quem recorrer.

Preciso seguir com calma, preciso de serenidade.

Ouvir dizer que no meio do furacão, bem lá no centro, tudo é calmo, sem turbulência, sem ruído. Temos que nos imaginar nessa calma em meio à tempestade para conseguir enxergar a saída, as soluções para os problemas que nos afligem.

Não desista tão fácil.

Não desista tão fácil dos seus projetos, dos sonhos, dos planos. Nada é fácil e nada cai de bandeja, é preciso persistir, mostrar determinação e apostar em si mesmo.

Defender a sua posição, saiba que um pequeno avanço é o que é possível no momento, mas um passo adicional pode ser possível amanhã. Um passo de cada vez, com muita força de vontade.

Siga em frente, a despeito do medo. O medo nos trouxe até aqui em 60 milhões de anos de evolução, mas ele pode se mostrar desproporcional ao ambiente que vivemos hoje. Nem tudo que tememos hoje, vai se mostrar concreto e razoável amanhã.