Respeito Posts

Aprendi a me valorizar.

Me faz muito mal, mas é inevitável fazer algumas comparações com os outros.

Junto com as comparações, facilmente vem a auto depreciação. A atitude de se imaginar por baixo, desvalorizado.

Nesses casos, vale sempre a recomendação de evitar comparações, mas também a valorização de si próprio.

Mantenha uma bússola moral.

Mantenha calibrada a sua bússola moral.

O nosso comportamento é guiado pelos nossos valores, especialmente quando vivemos plenamente, conscientes de tudo que se passa à nossa volta.

Podemos, entretanto, viver em piloto automático. Completamente levados pela moda, opinião alheia, e completamente alheios a valores morais, enfim, vivemos ao acaso.

Quando vivemos conscientes da vida que vivemos, normalmente o fazemos seguindo os valores que acolhemos e tomamos como verdadeiros para nós mesmos.

É importante que esse conjunto de valores sirva como uma bússola moral para guiar os nossos atos e também os nossos pensamentos.

Não julgue o sofrimento dos outros.

Tem gente que adora ficar por cima, mesmo na desgraça.

Você conta um episódio triste que aconteceu contigo, mas a outra pessoa tem que contar algo mais desgraçado que aconteceu com ela.

Isso não é nada – você precisa ver o que aconteceu comigo outro dia – e vai por aí adiante.

Você conta um pouco do seu sofrimento e ela desata a contar as próprias desgraças e sofrimentos.

Comece o dia com um ato bom.

Nada melhor que começar o dia com um ato bom.

Pode ser um ato bom para alguém ou para você mesmo, ou pode ainda ser um ato para ajudar a melhorar o planeta, a humanidade.

Não se esqueça de que um mínimo ato, quando somado a milhões de outros, faz diferença.

Mas o mais importante aqui, é acertar o diapasão do seu dia, sintonizar-se com bons pensamentos e atos virtuosos.

Deixe que a bondade funcione para você.

Fale de igual para igual.

Temos que falar com as pessoas de igual para igual, sem levar em conta somente as posições que elas ocupam.

Não importa se é um atendente de uma loja simples ou o doutor que te atende no hospital, o respeito deve ser igual.

Olhamos por cima desprezando, minimizando, julgando e menosprezando.

Olhamos para cima, bajulando, idolatrando e invejando, e nada disso é adequado.

Seja verdadeiro consigo próprio.

Examine o que anda se dizendo, que desculpas dá a si próprio.

Seja honesto consigo próprio e oriente a sua vida para aquilo que realmente vai te fazer feliz.

Pegue um assunto de cada vez, por exemplo o relacionamento amoroso.

O seu bem à custa de alguém.

O seu bem não pode ser à custa de alguém. Muita já se falou do tirar vantagem dos outros, mas às vezes a coisa é bastante sutil e pode passar despercebida.

Tem a ver com honestidade, cidadania, humanidade.

Não acredito que o brasileiro tenha um DNA de tirar vantagem, dar um jeitinho para se aproveitar do outro.

Tudo isso representa um estágio evolutivo, e essas deficiências desaparecerão na medida em que a sociedade se desenvolve.