Respeito Posts

Regras impraticáveis

Regras impraticáveis

Muitas vezes cometemos esse descuido de impor regras impraticáveis para os outros e para nós mesmos.

Impor que o seu marido alcoólico beba com responsabilidade toda vez que forem a uma festa.

Impor que seu filho chegue exatamente dentro do horário, sem qualquer tolerância.

Você ouve ou só espera sua vez de falar? Cuidado!

Você ouve ou só espera sua vez de falar? Cuidado!

Preste atenção nas pessoas e mais ainda naquilo que elas estão dizendo.

Aprendemos com as nossas experiências e aprendemos muito mais com as outras pessoas.

Apesar de termos dois ouvidos e uma boca, corremos sempre o risco de falar mais do que ouvir.

Os outros estão falando, lições valiosas estão sendo repassadas, mas estamos tão concentrados nas nossas idéias que sequer ouvimos o que nos é passado de graça.

Ouça o que o outro está dizendo.

Conhecer as pessoas, conhecer a sua mente, aprender com as experiências alheias é um recurso que não devemos desperdiçar.

Aprendi algo valioso de uma postagem do Dumb Little Man- tips for life (pequeno e estúpido homem- dicas para a vida) sobre aprender a ouvir.

Trate as pessoas com respeito – não pise – não humilhe

Trate as pessoas com respeito – não pise – não humilhe

Trate todo mundo respeito. Pisar nas pessoas, destratar e desdenhar traz para cada um, um saldo enorme de pensamentos negativos que podem atormentar o seu espírito.

Imagine um mundo de gente pensando o seu mal, querendo a sua desgraça. Você pode evitar isso.

Como dizem – não pise nas pessoas quando estiver subindo, pois pode encontrá-las quando estiver descendo.

A vida é cheia de altos e baixos, e as pessoas dependem umas das outras.

Aprenda com o passado para melhorar o seu futuro

Aprenda com o passado para melhorar o seu futuro

Não podemos mudar o nosso passado, mas devemos aproveitar tudo que vivemos para melhorar o nosso futuro.

Meu pai se foi muito cedo, e em breve terei a idade que ele tinha quando nos deixou.

Reflito muito sobre o tempo que tivemos sozinhos, conversando sobre coisas diversas. E isso representa um montão de horas, pois costumava viajar com ele de carro e também fazer longas pescarias.

Inevitável relembrar as nossas desavenças e brigas, mas sinto uma satisfação enorme com as lições que ele me deixou.

Tenho tios que me ensinaram e seguem me ensinando coisas da ciência propriamente dita e coisas da arte de viver bem e ser mais feliz.

O toque físico

O toque físico

Não evite tocar as pessoas.

Em algumas culturas isso pode ser ofensivo, mas não na nossa.

Capriche na comunicação não verbal.

O que acontece quando tocamos as pessoas fisicamente?

Com o respeito adequado, tocar nos braços, nas mãos, nos ombros, no sentido de demonstrar carinho, proximidade, faz bem para o nosso bem-estar.

Aceite ser tocado, se isso  te parecer respeitoso e carinhoso.

Não rotule as pessoas

Não rotule as pessoas

Não saia rotulando as pessoas, como se fossem produtos de prateleira, itens de consumo, descartáveis, desnecessários.

Fulano é mesquinho, cicrano é interesseiro. Pare de rotular as pessoas, e não coloque rótulos em si mesmo.

Sempre que colocamos rótulos nos outros, estamos praticando um  julgamento, na maioria das vezes, preconceituoso.

Quando o fazemos em nós mesmos, estamos criando limitações nas quais acabamos acreditando.

Capriche nos relacionamentos.

Quando damos qualidade às interações humanas, os objetivos são atingidos, somos mais produtivos, mais criativos e incontáveis benefícios são colhidos, inclusive para a nossa saúde.

O padrão de conexões que as pessoas estabelecem umas com as outras, especialmente no trabalho, definem em grande monta o resultado que é obtido dos processos. Os projetos, a criação de novos produtos e a solução dos problemas são fortemente impactados pela maneira como as pessoas se tratam.

A cooperação e o trabalho conjunto, fundamental para qualquer ambiente não convivem com a desconfiança, bullying, julgamento e críticas destrutivas, descaso, desconfiança e fofocas.