Problemas Posts

A escolha de problemas

A escolha de problemas

O problema todo é que não escolhemos os problemas que vamos enfrentar.

Sei que você não escolhe os seus problemas, e se pudesse, não escolheria nenhum daqueles que apareceram na sua frente.

Eu mesmo luto para não tê-los, mas devemos todos entender que problemas é sempre uma fonte de crescimento.

Não perca a chance de aprender alguma coisa com os problemas e as adversidades.

Não se entretenha muito com os problemas dos outros, você já foi aquinhoado com a quantidade suficiente deles. Pare de dar palpite sem ser chamado, especialmente nos problemas dos outros.

Rendição

Rendição

Se renda para vencer.

Rendição é uma palavra que não aprendemos a articular.

Desde criança, fomos ensinados que a vida é uma luta, e que nada vem de bandeja.

Por tudo que já vivemos, a palavra rendição soa fraqueza, desistência, submissão e derrota – enfim, nada do que queremos.

Povos lutaram pela liberdade e outros lutaram para não serem conquistados.

Sabemos ainda que passividade nunca levou ninguém a lugar algum.

Dos limões a limonada

Dos limões a limonada

Faça dos limões uma limonada, se habitue a dar a volta por cima.

As pedras no caminho podem juntas, se tornar um muro ou uma morada.

Muitos problemas podem parecer uma tsunami, mas se aproveitados um a um, podem ser um mundo de oportunidades para aprender, para se fortalecer e ser feliz.

A felicidade não está em não ter problemas, mas sim em saber fazer deles uma escada para uma vida melhor e mais feliz.

Primeiro de tudo, é bom termos uma atitude positiva frente ao problema.

Não há mal que dure para sempre, portanto, isso também vai passar.

Não exagere nos problemas

Não exagere nos problemas

Não fique exagerando quando fala de seus problemas, pois você mesmo vai acabar acreditando que a vida é uma empreitada fracassada.

Dê a verdadeira dimensão aos seus problemas. Problemas pequenos são pequenos, e na maioria das vezes são pequenos.

Não dramatize. Não aumente o tamanho dos problemas. Deixe-os na proporção exata.

Localize-os no tempo. Não é razoável antecipar muito a preocupação com coisas que podem acontecer lá na frente. Muitas dessas coisas sequer acontecerão.

Forças limitantes

Forças limitantes

Examine com cuidado as forças que estão te limitando.

O que te impede de fazer as coisas que quer fazer?

Quais são as forças externas que estão te restringindo?

É possível que numa análise mais acurada, você verifique que as limitações sejam virtuais e estejam apenas na sua imaginação.

Muitas vezes nos vemos impondo a nós mesmos mais limitações que o ambiente nos apresenta.

Retire o lixo do seu caminho

Caminhamos diariamente com tanta coisa nos atrapalhando, e temos que nos livrar de tanto lixo. Me refiro a coisas quebradas, coisas sem uso, roupas velhas, embalagens vazias e tudo que fica entulhando o seu caminho, atrapalhando o seu caminhar. Se puder consertar o que está quebrado, faça logo e não passe mais um ano com aquilo dentro de casa.

Se não puder descartar, tire da sua vista. O simples fato de olhar para uma coisa quebrada já te faz mal, alimenta a sensação de uma vida parada, interrompida e descartável.

O que aprendi com a crise

Tire proveito da crise, sempre ouvimos. Mas sabemos que é muito difícil atinar sobre isso no meio da tempestade.

Mas o nosso cérebro e a nossa intuição aprende em qualquer situação. Saiba que enquanto você está apavorado com tudo de ruim que está te acontecendo, alguma coisa está mudando em você.

Um pouco mais adiante, olhando a crise depois que aconteceu, podemos rememorar e nos dar conta das lições que aprendemos.

Posso me sentir grato por alguma coisa?

Sou uma pessoa melhor?

Sou uma pessoa renovada?