Preocupação Posts

O tempo que desperdiçamos nos entretendo com coisas que não são da nossa conta

O tempo que desperdiçamos nos entretendo com coisas que não são da nossa conta

A vida é curta e não sabemos ao certo se teremos tempo para fazer tudo que gostaríamos de fazer, e por isso, considero um total desperdício de tempo ficar cuidando de picuinhas, se metendo na vida alheia.

Gastamos uma parte da nossa energia e paciência, preocupados com coisas que não são da nossa conta.

Quem casou com quem.

Quem ganhou quanto de salário.

Quem ganhou o quê de presente.

Quem deu azar nisso ou naquilo.

Quem teve a sorte nisso ou naquilo.

O que os outros pensam, em grande parte não é da minha conta.

Não dê importância a coisas pequenas e pouco importantes

Não dê importância a coisas pequenas e pouco importantes

Avalie sempre a importância que dá às coisas. Temos todos nós uma capacidade de distração incrível, especialmente quando as coisas são negativas. A nossa mente funciona assim, se apegando a coisas que nos incomodam de alguma maneira. Quanto mais tentamos nos livrar de tal pensamento, mais ele gruda na nossa mente.

Damos importância a tantas coisas que na verdade são insignificantes.

O pior é quando nos aborrecemos por coisas miúdas, gastando a nossa energia, paciência e aumentando o nosso estresse.

Já comentei isso numa postagem anterior: tire a cabeça das picuinhas.

Uma postagem antiga de Ali Hale me deu algumas dicas. I worry constantly about lots of little things.

As coisas pequenas continuam na nossa cabeça e tomam o nosso sono, tiram o nosso apetite, quando não nos empurram para a geladeira e o pote de sorvete.

9 sinais de que você precisa de menos preocupação e mais ocupação

9 sinais de que você precisa de menos preocupação e mais ocupação

Menos preocupação e mais ocupação. Pare de se preocupar com aquilo que não vai acontecer. Não deixe pequenas questões ocuparem muito espaço na sua mente. A mente solta tem a capacidade de vagar por um mar de preocupações sem fundamento, sem razão aparente.

Ficamos excessivamente preocupados com os problemas do amanhã. É possível que os problemas não venham, e se por acaso vierem, a preocupação não vai nos deixar melhor preparados para enfrentá-los.

Uma coisa é certa, a preocupação nos enfraquece para lidarmos com aquilo que vivemos hoje. Além disso, deixamos de usufruir a vida no hoje. Enquanto vagamos por problemas hipotéticos do amanhã, deixamos de saborear a realidade bela e inegável do hoje.

Dois conselhos para se livrar do turbilhão mental

Dois conselhos para se livrar do turbilhão mental

Não se deixe aprisionar pela ruminação e pelo turbilhão mental.

Às vezes a crise chega de repente e como um turbilhão, nos coloca totalmente desorientados.

Primeiro de tudo: afaste os pensamentos insanos.

Segundo: pratique a prece ou a meditação

A prece pode ser a simples e poderosa Oração da Serenidade que já mencionei várias vezes.

Para quem não é afeto à meditação, comece com a respiração compassada e a mente concentrada na própria respiração.

Lidando com a escassez

Lidando com a escassez

Saiba lidar com os períodos de escassez, pois tudo pode faltar algum dia.

Assim como a natureza, ora nos providencia chuva suficiente e ora nos brinda com uma seca severa, precisamos lidar com períodos de carência de qualquer espécie, até de felicidade.

Ninguém permanece num pico de extrema felicidade, e ninguém sobreviveria em permanente êxtase e alegria. A vida nos premia com momentos de dor e sofrimento para apredermos valiosas lições de como enfrentar a vida com desenvoltura, de cabeça erguida. E também, os momentos ruins nos ajudam a valorizar tudo de bom que nos acontece nesse percurso.

Um aspecto importante, é que nos acostumamos a tudo na vida, e a fartura, logo nos deixa entediado. É a adaptação hedônica que temos que aprender a driblar.

Entretido com o futuro.

Não devemos nos preocupar excessivamente com o futuro. Os problemas que imaginamos para o nosso futuro podem não acontecer.

O melhor uso das preocupações com o futuro é se entreter em construí-lo hoje.

Aproveite o que tem hoje, e não perca essa oportunidade se preocupando com o futuro.

A pessoa que você será no futuro vai te agradecer se você tomar algumas providências hoje.

O futuro vai se resolver.

Ficamos tão preocupados com coisas que não irão acontecer que perdemos a chance de aproveitar a vida no momento presente.

Imagine que o futuro vai se resolver, dê tempo a ele, faça a sua parte e fique tranquilo.

Acreditar que há uma Força Superior que ajuda quando nada mais ajuda, é confortante.

O tempo tem essa capacidade de resolver as coisas, sem que façamos qualquer coisa.