Objetivos Posts

O mais importante – cuide de si mesma

O mais importante – cuide de si mesma

Fazemos tantas coisas na vida, nos preocupamos com a família, o trabalho, e não raro, descuidamos de nós mesmos, da nossa saúde, do nosso equilíbrio, da espiritualidade.

A vida é muita curta para ficarmos vivendo a vida dos outros. É um desperdício de tempo e de energia, focar muito no que os outros pensam, fazem, compram, onde moram, deixando com isso de cuidar daquilo que te interessa, a sua própria vida. Enquanto cuidamos muito da vida dos outros, a nossa vida fica sem piloto. O nosso barco fica à deriva, sem rumo, e vai acabar em algum lugar indesejável.

Se dê esse poder

Se permita transformar a sua vida para melhor. Não fique arrumando desculpas para não fazer o que tem que ser feito para o seu próprio bem.

Se dê esse poder.

Não imagine que tudo que planeja para sua vida é certo, e que é possível conhecer todos os resultados, e eventualidades.

A vida é incerta em muita coisa, mas isso não te impede de assumi-la, não deixar a deriva, sair do piloto automático.

Agradeça o seu passado

A vida é um milagre, e não só ter nascido e estar vivo agora, mas tudo que me foi concedido e todos os riscos e perigos contra os quais fui protegido é a maravilha que é a vida.

Eu poderia ter morrido várias vezes nesse meu trajeto, a começar pelo afogamento que eu estava sendo vitimado quando pequeno. Por sorte, fui salvo por um jovem tio, irmão de meu pai.

Alguns conseguem

Preste atenção nas pessoas que conseguem fazer coisas, realizar os projetos e ultrapassar as barreiras impostas. Não são os mais inteligentes e nem se destacam na capacidade quando comparados com os demais.

O que diferencia uma pessoa bem sucedida dos outros é a determinação, a força de vontade que parece inesgotável.

Podemos até achar que elas são sortudas e não tiveram que enfrentar dificuldades severas, mas nem isso é verdade, pois todos enfrentam problemas e encontram barreiras enormes nos seus projetos.

Uma montanha a transpor

Hoje pode nos parecer que temos uma montanha a transpor.

Quando olhamos a montanha ao longe, percebemo-la intransponível. Quando chegamos perto, olhamos para cima, imaginamos impossível a tarefa.

Com serenidade, humildade e atenção, nos damos conta que há caminhos, trilhas e possibilidades, e que elas se revelam um passo de cada vez, e assim podemos chegar ao cume.

A vida é assim, não podemos desanimar diante das dificuldades, por maior que sejam. Há sempre um caminho possível. Há uma solução, e vamos enxerga-la no devido tempo.

Quando nos sentimos amedrontados diante das dificuldades, a mente fica rodando em círculos e não enxergamos saída.

Mais um esforço

O resultado é conseguido depois do último esforço, nunca antes disso.

Quando você está pronto para desistir, é justamente quando aquela reserva de energia, otimismo e determinação devem vir à tona e mudar a sua postura diante das adversidades.

Temos que praticar essa atitude, pois a perseverança é construída. Se nos acostumamos a desistir com facilidade, não vamos empreender nada de valor. Vamos seguir empurrando o nosso cotidiano, como quem carrega um pouco de pedra de um canto para outro.

Nada vem de graça, e as melhores realizações chegam após um bocado de esforço.

Como desistir agora que você chegou até aqui?

Ao seu alcance

Coloque os seus objetivos ao seu alcance, e conjugue suas ações e iniciativas voltadas para tais objetivos.

Quando imaginamos os objetivos ao nosso alcance, não significa que vamos atingir, pois podemos agir no sentido contrário, ações equivocadas, falta de empenho e dedicação.

Quando colocamos as metas fora do nosso alcance, nos desanimamos de cara, e acabamos não atingindo nem mesmo os pontos intermediários, no fim, é a receita para a estagnação.

Temos que manter o senso de maestria, sentir que estamos realizando, que estamos chegando a algum lugar.