Novidade Posts

Deixe entrar o novo

Deixe entrar o novo

Dê lugar ao novo, e deixe espaço para a novidade entrar na sua vida.

Se os velhos hábitos não estão dando certo, dê lugar para novos hábitos. Revise suas atitudes frente às dificuldades. Busque uma renovação.

Faça um exame daquilo que funciona e daquilo que não funciona.

Não é possível chegar a resultados diferentes fazendo tudo do mesmo jeito.

Se você quer resultados diferentes, busque novas maneiras de fazer.

Descubra a paixão por outras coisas. Redescubra suas aptidões e preferências. Descubra alguma coisa nova em você mesmo.

Faça diferente

Faça diferente

Faça diferente. Tente de uma outra maneira, uma outra coisa, faça de maneira diferente e veja o resultado. Você pode se surpreender.

Muitas vezes insistimos em fazer da mesma maneira, esperando resultado diferente, e acabamos decepcionados mais uma vez.

Mesmo quando a razão nos indica que está errado, é sempre mais fácil insistir em algo que já nos acostumamos a fazer. Temos que quebrar esse ciclo vicioso de cometer os mesmos erros.

Uma parte de nós deseja mudar.

A resistência às mudanças é algo que está dentro de nós.

Mesmo quando a mudança é para melhor, gostamos de resistir.

Mudar de casa, mudar de emprego, enfim, qualquer tipo de mudança encontra resistência simplesmente porque gostamos de manter as coisas como estão.

Mas dentro de nós, há também uma parte que deseja mudar.

Algo novo para aprender hoje.

Com o avançar da idade ficamos mais preguiçosos, não gostamos das novidades e resistimos a aprender coisas novas.

A neurociência alerta no entanto, que uma maneira boa de afastar a demência, é se disciplinar para aprender coisas novas. Os bons exemplos conhecidos, como Peter Drucker, o pai da administração, nos mostram boas estratégias para aprendem coisas novas.

Experimentar um certo deslumbramento.

Ver o novo.

Ver o velho como novo.

Sentir o deslumbramento de quem vê pela primeira vez.

Ver como criança.

Especialmente quando estamos em transição, uma nova etapa na nossa vida, casamento, descasamento, novo emprego, aposentadoria, devemos exercitar o olhar deslumbrado.

Veja as coisas antigas como se estivesse vendo pela primeira vez.

Ao chegar em casa, aja como se estivesse vendo a casa pela primeira vez. Vai se impressionar com o nível de detalhes que vai perceber.

Faça isso com o seu carro, com o seu cachorro, no clube, em qualquer lugar, com qualquer coisa.

Isso vai te ajudar a apreciar as coisas que você já tinha se acostumado e deixado de apreciar.

Nós temos uma tendência, por sermos sobreviventes, de colocar as coisas no automático.

As coisas que não são ameaçadoras deixam de chamar nossa atenção, os recursos alimentares que estão na geladeira não vão sumir, e a casa confortável vai estar lá quando eu chegar.

Tem um lado positivo, mas também um negativo.

Tudo que gira em nossa volta merece ser desfrutado nos mínimos detalhes.

Se não percebermos os detalhes, acabamos querendo mais do que já temos.

É de novo a roda hedônica que não tem fim.

É o ratinho correndo em círculos dentro da gaiola.

Se exercitarmos o princípio da novidade, vamos dar vida longa ao que já temos. Vamos apreciar mais o que já temos.

Vamos simplificar a nossa vida, evitando nos encher de tanto entulho consumista.

Beco