Medo Posts

O momento glorioso da decisão.

Cada momento de decisão é também um momento de glória.

Que seria de nós se não tivéssemos que tomar nenhuma decisão? E se tudo na nossa vida estivesse definido, e nós fossemos seres sem qualquer discricionariedade? Ainda bem que a nossa realidade não é essa.

Cada momento de decisão difícil, sentimos a ansiedade e o medo das consequências. É a dúvida que navega de braçadas na nossa mente, mas temos que ter em conta que estamos diante de um momento glorioso de decisão, um momento nosso, o mundo humano do possível.

Temer o pior, mas esperar o melhor.

A esperança, eu aprendi, deve aparecer justamente quando as coisas não estão indo bem.

Podemos temer o pior cenário, mas devemos esperar e trabalhar para que tudo acabe bem.

Possibilidades existem, e vamos trabalhar para que as melhores se concretizem.

Quando algo de negativo nos abate, temos duas atitudes, o desespero ou a esperança.

O medo de cometer erros.

O medo excessivo de cometer erros pode nos paralisar. Tememos errar, tememos as consequências e acabamos não saindo do lugar. Temos que agir e realizar os nossos sonhos e projetos, a despeito do medo – parte da natureza humana.

Podemos ter absorvido esse medo na nossa educação, pois os pais incutem muito esse medo de errar, e os pequenos acabam assimilando.

O perfeccionismo e a excessiva cobrança, ou mesmo as punições, acabam exacerbando o medo de errar. A paralisação é uma das consequências, sem contar o estresse que acaba nos corroendo, e prejudicando a nossa saúde.

Dê um jeito no medo.

Encare de frente tudo que te amedronta. Dê um jeito nesse medo, e não se deixe dominar.

Imagine que vai se livrar desse medo e pinte um quadro de como seria sem esse medo.

Aprecie esse quadro, e vá na direção dele.

Aprenda a identificar a situação de medo, e justamente na hora que identificar o medo, traga para a sua mente, deliberadamente, imagens positivas associadas ao assunto que está te amedrontando.

Não culpe as circunstâncias.

Não culpe as circunstâncias pelos seus fracassos ou resultados negativos.

Elas são parte da sua realidade e você tem que aprender a lidar com elas.

Enquanto culpamos as circunstâncias, não criamos as condições para que elas mudem e nos favoreçam.

O mundo que nos cerca é moldável, e temos que exercer esse poder que temos, para construir as situações que nos são favoráveis.

Desarme o seu espírito.

Desarme o seu espírito para sentir a harmonia das coisas, como se tudo estivesse no lugar que deveria estar.

Interrompemos a sede enorme de se afirmar, convencer e persuadir,

Tudo no lugar, sem a urgência de se defender, se comparar e se sobressair.

O espírito desarmado é aquele que usufrui da abundância da vida, aprende todas as lições e aproveita cada circunstância, boa ou má.

Uma pessoa mais forte.

Sei que sou uma pessoa mais forte. Usei bem os percalços da vida para me fortalecer. Funcionou para mim como uma academia de ginástica.

Como disse John F. Kennedy: não ore para ter uma vida mais fácil, mas sim para se tornar uma pessoa mais forte.

A vida não é fácil para ninguém, já sabemos disso, e aprendemos a perceber que todos carregam a sua cruz.

Quando estamos em sofrimento, temos a ilusão de que somos os únicos aquinhoados com tanto azar. Com o tempo, maturidade e serenidade, aprendemos que isso não é verdade.