Julgamento Posts

Faça espionagem consigo mesma

Faça espionagem consigo mesma

Faça uma espionagem consigo mesma, monitorando a sua conversa interna.

Grampeie a ligação, transcreva o conteúdo. Faça uma reflexão.

Coisas muito importantes

Coisas muito importantes

Coisas muito importantes podem estar sendo negligenciadas. Nos preocupamos com tantas miudezas, futilidades e coisas sem importância. Com isso, não nos sobra energia, ou capacidade mental e emocional para lidar com as coisas mais importantes na nossa vida.

Não seja do tudo ou nada

Não seja do tudo ou nada

Não seja partidário do tudo ou nada, inflexível, intolerante e perfeccionista

O perfeccionismo é uma barreira à felicidade. Há dois jeitos, o meu jeito e o jeito errado, e assim tudo tem que ser do meu jeito. Quando adotamos o tudo ou nada – criamos uma condição impossível de satisfazer.

Aceite o resultado quando ele é razoável.

A atitude do tudo ou nada nos impede de aceitar as pessoas

A vida simples pode ser uma vida mais rica e abundante.

A vida simples pode ser uma vida mais rica e abundante.

A vida simples não quer dizer vazia, sem significado, muito pelo contrário. Quando adotamos medidas para simplificar a vida, facilitamos aproveitar a vida em tudo que ela nos oferece, livres das armadilhas do cotidiano.

A vida não é fácil para ninguém como eu gosto de repetir. Mas ao desativarmos as armadilhas que complicam a nossa vida, damos chance para perceber as oportunidades de realização e usufruto.

A primeira armadilha é o excessivo materialismo, muitas posses, muitas escolhas e nenhuma dificuldade para preencher as necessidades materiais.

Pare de julgar a todos como se fosse o juiz mundo

Pare de julgar a todos como se fosse o juiz mundo

Uma das cargas negativas mais pesadas que carregamos, tem a ver com o julgamento que fazemos constantemente das outras pessoas.

Não somos nós que ditamos as regras de comportamento das outras pessoas.

A maneira como cada um se veste, fala ou age é da conta de cada um.

Assim como não ditamos as regras, não podemos dar de uma de juiz, e dizer o que está certo e o que está errado.

Uma caminhada para acalmar a mente

Uma caminhada para acalmar a mente

Acalmar a mente tem que ser uma prioridade no mundo corrido em que vivemos.

Costumo caminhar com a minha cadela de manhã e de tarde, e fico atento para aquilo que prende a atenção dela. A rua tem um tráfego intenso e pessoas cruzam o nosso caminho todo momento. Não quero nem de longe perturbar os outros com a ferocidade da minha companheira de caminhada.

Quando fazemos algo mecânico, sem rigor ou precisão, permitimos que a nossa mente vague por problemas fictícios. Julgamos as pessoas e nos preocupamos com coisas que não irão acontecer. Temos que afastar esse comportamento.

Pare de julgar, criticar, condenar e linchar as outras pessoas

Pare de julgar, criticar, condenar e linchar as outras pessoas

Pare de julgar a todos como se essa fosse sua responsabilidade. É uma tarefa totalmente improdutiva ficar tomando conta da vida alheia, julgando e condenado a torto e a direito. Isso nos faz um mal enorme, pois traz uma carga negativa que não só compromete a nossa imagem, mas faz mal à nossa saúde física e mental.

Não atire pedras nas pessoas. Não saia linchando as pessoas. Não ataque a reputação de outras pessoas gratuitamente.