Imaginação Posts

Qualidade dos pensamentos

Qualidade dos pensamentos

Temos que cuidar da qualidade dos pensamentos.

Somos vítimas de muitos pensamentos impuros.

Somos tomados pela inveja, o rancor, o ciúme e os ressentimentos.

Para ser feliz, como nos ensinou Gandhi: ”purifique seus pensamentos e tudo vai ficar bem”.

Se livre dessa mente catastrófica

Se livre dessa mente catastrófica

Temos realmente uma mente catastrófica, uma capacidade de catastrofizar a nossa vida. Mesmo as coisas ruins que não aconteceram, voltam para atormentar a nossa mente no momento presente.

Temos que reconhecer isso e fazer alguma coisa para controlar, conviver e principalmente evitar que isso atrapalhe a nossa vida.

Comentei várias vezes que somos os sobreviventes dos homens das cavernas, e por isso mesmo, herdamos o seu gene vencedor.

Conseguimos sempre imaginar que poderia ter sido pior, e ficamos imaginando e vivendo na nossa mente essa situação desastrosa que poderia ter sido.

Vá para um lugar bom

ZihuatanejoNos dias atribulados e muito estresse povoando a nossa mente, temos que ter um lugar muito bom que temos na nossa lembrança ou na nossa imaginação. Devemos transportar a nossa mente para lá para um pequeno descanso.

Não é uma fuga da realidade nem mesmo uma válvula de escape para qualquer coisa. É simplesmente uma refrescada necessária para o dia que não parece terminar de tanta prioridade e projetos enroscados e pessoas desagradáveis.

Quem assistiu o filme Um Sonho de Liberdade onde Tim Robbins que estava preso sempre imaginava uma ilha tranquila no México onde ele iria quando saísse da prisão. Finalmente ao escapar, foi mesmo para Zihuateneho(foto).

As armadilhas do pensamento.

Somos pegos diariamente nas armadilhas do pensamento, que nos empurram para caminhos tortuosos, improdutivos e negativos.

Muito rapidamente nos metemos a julgar os outros, pensar mal, e ensaiar uma crítica.

Comparamos uns com os outros, pois temos sempre alguém que representa o nosso modelo de perfeição, quando não somos nós mesmos esse totem da perfeição.

Culpamos, invejamos, desejamos mal para os outros, e nem notamos quando estamos caindo como um coelhinho incauto Se conseguirmos perceber que estamos sendo vítima desse mal, desse defeito, podemos agir rapidamente para cair fora.

Os muitos problemas imaginários.

Escreveu Deepak Chopra que noventa por cento dos problemas são imaginários, e os restantes dez por cento podem ser transformados em oportunidades.

Por isso, não devemos temer os problemas, pois eles são matéria prima para o nosso crescimento.

Os problemas podem ser complicados, mas certamente saberemos resolvê-los.

Mas Chopra chama a atenção para a enormidade de problemas que temos a capacidade de imaginar, e que nunca chegarão a nos atingir.

A miragem e o perigo.

O perigo que enxergarmos pode ser pura miragem. Muitos perigos que imaginamos ali na frente não passam de ilusão de ótica. O futuro não é tão desastroso assim.

Sei que preciso ficar atento para as dificuldades, e tampouco posso caminhar de olhos fechados.

Tenho que observar a vida com realidade, sem amplificar ou reduzir. A vida é como ela é.

A memória e a imaginação.

A nossa mente foi construída para se fixar em coisas negativas. Dizem os cientistas que os eventos negativos se atam à nossa memória como velcro ao passo que os positivos escorregam como teflon.

O fato é que a memória traz de volta as lembranças de eventos negativos, e a imaginação projeta catástrofes para o nosso futuro.

Se essa é uma característica natural do nosso cérebro, temos que lutar e criar mecanismos para que isso não atrapalhe a nossa vida.