Ideais Posts

As armadilhas do pensamento.

Somos pegos diariamente nas armadilhas do pensamento, que nos empurram para caminhos tortuosos, improdutivos e negativos.

Muito rapidamente nos metemos a julgar os outros, pensar mal, e ensaiar uma crítica.

Comparamos uns com os outros, pois temos sempre alguém que representa o nosso modelo de perfeição, quando não somos nós mesmos esse totem da perfeição.

Culpamos, invejamos, desejamos mal para os outros, e nem notamos quando estamos caindo como um coelhinho incauto Se conseguirmos perceber que estamos sendo vítima desse mal, desse defeito, podemos agir rapidamente para cair fora.

Disciplinar a nossa vida interior.

É importante impormos uma certa disciplina à nossa vida interior.

Isso serve para termos uma orientação mais profunda e segura para seguir.

O significado que cada coisa tem na nossa vida, vem de uma reflexão interior, de uma orientação interior.

Não ter uma orientação interior significa também uma vida à deriva.

A orientação nos dá clareza aos nossos propósitos, às nossas preferências.

Fique firme nos princípios e ideais.

Podemos ter recaídas na nossa jornada de se livrar de velhos hábitos, mas devemos ficar firmes nos princípios e ideais que nos conduzem ao crescimento pessoal.

As pessoas que tentam abandonar o cigarro, a bebida e outros hábitos tóxicos, sabem do que estou falando.

Também as pessoas que tentam abandonar as compulsões por comida, compras, mentiras, sabem o quanto é difícil ficar longe disso tudo.

No entanto, uma recaída não deve nos afastar da longa caminhada que é abandonar de vez o uso de substâncias tóxicas ou hábitos nocivos à saúde e ao relacionamento.

Somos o que somos, cada um tem uma jornada, umas mais fáceis e outras mais difíceis, mas a força para tocar pra frente está bem aqui, dentro de cada um.

Aquilo que forma o nosso caráter, a soma das nossas qualidades, a nossa integridade, a aderência aos valores e princípios, é que nos guia para tudo que vivemos e enfrentamos na nossa vida. É a nossa parte mais íntima, e devemos nos manter conectados a ela permanentemente.

Compreender isso, e ensinar aos pequenos, é uma tarefa de suma importância. As pessoas devem escolher desde cedo os valores que quer abraçar na vida.

Observe as suas ações e escolhas do passado e veja quanto você tem mantido a aderência aos seus valores.

Manter o caminho, sem tomar desvios perigosos é importante, e exige uma vigilância pessoal permanente.

Quanto mais você vive de acordo com os seus valores, maior autoconfiança você vai ter, na medida em que sente a solidez do caráter e a integridade pessoal.

Assim, a vida passa a fazer sentido porque você vive aquilo que acredita.

Beco