Estresse Posts

Procure a paz interior

Procure a paz interior

Procure a paz interior. Faça disso um exercício para toda vida.

A paz interior pode ser encontrada se olharmos para dentro de si próprio.

E quando fizer isso, não tenha medo de não gostar do que vê. Você pode mudar – você pode melhorar.

Não se deixe derrotar pela vida

Não se deixe derrotar pela vida

Não se deixe derrotar pela vida. Problemas – temos todos nós.

Decepções – temos de montão.

Mas de uma maneira geral, a vida é boa, e ela é assim porque fazemos de tudo para que seja melhor a cada dia.

Ninguém acorda decidido a tornar a vida miserável.

Não seja do tudo ou nada

Não seja do tudo ou nada

Não seja partidário do tudo ou nada, inflexível, intolerante e perfeccionista

O perfeccionismo é uma barreira à felicidade. Há dois jeitos, o meu jeito e o jeito errado, e assim tudo tem que ser do meu jeito. Quando adotamos o tudo ou nada – criamos uma condição impossível de satisfazer.

Aceite o resultado quando ele é razoável.

A atitude do tudo ou nada nos impede de aceitar as pessoas

Pare de esperar pelo inesperado e de contar como certo o improvável

Pare de esperar pelo inesperado e de contar como certo o improvável

Nós nos decepcionamos constantemente com o andamento das coisas.

O mundo não é justo, mas temos que mudar a nossa atitude para reduzir o nosso estresse e nossa insatisfação.

Quando avaliamos as nossas expectativas, muitas vezes nos esquecemos de considerar a probabilidade disso acontecer, e aí, pode estar a raiz de tanta insatisfação.

Esperar o inesperado é sem dúvida uma receita para a infelicidade.

Eu posso desejar o inesperado, o que é diferente, por exemplo, ganhar na Megasena da Virada.

Não seja tão centralizador, delegue o quanto puder

Não seja tão centralizador, delegue o quanto puder

Não assuma esse papel de centralizador. Pare de centralizar tudo em você, procure delegar o que for possível.

Você já se sentiu como alguém que tem muita coisa nas suas costas.

Pense se não está na hora de descentralizar, de delegar e compartilhar as responsabilidades.

Isso vale para os assuntos familiares e principalmente para os do trabalho.

Compartilhe as decisões.

Tentando resolver os problemas que já foram resolvidos

Tentando resolver os problemas que já foram resolvidos

Os problemas tendem a ocupar a nossa mente mesmo quando já foram resolvidos.

Isso acontece por várias razões. Podemos não estar plenamente confiantes com a solução dada, a escolha feita ou o encaminhamento dado ao problema e com isso, mesmo depois de resolvermos o problema, ele fica retornando continuamente à nossa mente. Também, quando não aceitamos a solução dada, ficamos matutando em outra solução, mesmo que a solução seja irreversível, e isso se torna também uma ruminação sem fim.

Ocupar a mente com os problemas é a nossa vida, afinal, temos tantos problemas a resolver, e a nossa capacidade é colocada à prova constantemente.

Não deixe os problemas rodarem em círculos na sua cabeça

Não deixe os problemas rodarem em círculos na sua cabeça

Às vezes gastamos tempo demasiado para tomar simples decisões, e nos preocupamos demais com coisas irrelevantes, e o mais impressionante é que pequenas coisas assumem proporções descomunais na nossa mente, e temos que evitar isso.

Faça alguma coisa para afastar as preocupações, mesmo que temporariamente. Saia para uma corrida ligeira. Prepare algo saudável para comer.

Não fique tamborilando com os problemas na cabeça. Não dedique tanto tempo pensando em questões e problemas corriqueiros. Fique atento para identificar a ruminação acontecendo.