Estresse Posts

Primeira hora do dia

Primeira hora do dia

Na primeira hora do dia, a sua vida pede para ser retomada. Nada começou ainda, nenhum compromisso, nenhuma reunião, apenas a sua boa vontade e disposição para começar bem.

Adote práticas poderosas que possam se tornar um hábito super saudável e transforme a sua vida para sempre.

Exercício físico:

Algumas pessoas gostam de deixar o exercício para o final do dia, o que acho uma péssima estratégia, pois o organismo já está cansado, estressado, e a conjugação corpo e mente estão bastante prejudicados.

Adote uma prática de se exercitar logo de manhã, com o dia fresco, a mente livre e leve, e o corpo clamando por movimento. Faça, mesmo que seja pouco, e saiba que um pouco é sempre melhor que nada.

 

Mente:

Aprenda sobre a meditação, e se conseguir, faça pela manhã, e vai colocar a sua mente mais preparada para a correria que vem em seguida. Uma meditação pela manhã, vai evitar que você se perca e se desgaste com tanto estresse da correria moderna.

Nutrição:

Procure se alimentar adequadamente pela manhã. A primeira refeição é importante pois o corpo ficou muito tempo sem se alimentar. Não coma muita besteira, na correria, sem tempo para degustar e saborear o que tem na mesa.

Relacionamento:

Aproveite a calmaria da manhã, e evite trazer a pressa quando não há tanta pressa.

Você pode ficar o dia todo longe da família, e por isso, não desperdice o momento junto dos entes queridos. Trate bem, ajude, esteja perto, junto do coração.

Planejamento:

Faça um mínimo planejamento do seu dia, evitando sair na correria meio sem saber o que fazer primeiro.

Faça primeiro o que vem primeiro na sua lista e assim por diante.

Um mente atordoada e uma agenda atropelada pode ser falta de um mínimo planejamento.

Cuide de si:

Não perca tempo com besteiras e procure cuidar mais de si mesmo.

Ame a si mesmo, se cuide e seja generoso consigo mesmo.

Fique bem.

Rubens Sakay (Beco)

Segundo compromisso

Segundo compromisso

O segundo compromisso de Don Miguel Ruiz que foi divulgado em seu livro “Os Quatro Compromissos” é – não leve nada para o lado pessoal. Explico nessa postagem esse segundo compromisso em continuidade ao primeiro que expliquei em postagem anterior.

O segundo compromisso:

Não levar para o lado pessoal significa não tomar partido não tomar ao pé da letra tudo que ouve sobre você.

Se fizerem um comentário maldoso sobre você, não assuma que isso seja verdade e não saia rebatendo como uma agressão ou ofensa. Não tome partido em tudo que ouve. Experimente a indiferença, especialmente quando a fonte dessa observação não merece consideração, ou venha contaminado de raiva, ressentimento.

O veneno:

Não deixe que o veneno que atiram para você te atinja assim, facilmente.

As pessoas fazem os comentários motivado por algo que se passa dentro dela, e você não deve assumir isso como algo seu, que te diga respeito, que seja sua responsabilidade. Deixe passar.

Os filtros:

As pessoas enxergam a realidade segundo os próprios filtros, e suas observações são distorcidas por conta desses filtros, e você não deve aceitar isso como verdade. Não deve aceitar que tais observações impactem sua vida sem o devido desconto.

Não tome literalmente – dê um desconto.

Carga negativa:

Quando aceitamos e assimilamos tudo que dizem a nosso respeito, carregamos essa carga negativa sem questionamento.

É como se colocassem pedras pesadas na nossa mochila e saíssemos carregando sem reclamar.

Não aceite e nem leve para o lado pessoal.

Perceba os comentários como algo que chega pelo ar e vai passando ao largo sem te afetar.

Rubens Sakay (Beco)

Procure a paz interior

Procure a paz interior

Procure a paz interior. Faça disso um exercício para toda vida.

A paz interior pode ser encontrada se olharmos para dentro de si próprio.

E quando fizer isso, não tenha medo de não gostar do que vê. Você pode mudar – você pode melhorar.

Não se deixe derrotar pela vida

Não se deixe derrotar pela vida

Não se deixe derrotar pela vida. Problemas – temos todos nós.

Decepções – temos de montão.

Mas de uma maneira geral, a vida é boa, e ela é assim porque fazemos de tudo para que seja melhor a cada dia.

Ninguém acorda decidido a tornar a vida miserável.

Não seja do tudo ou nada

Não seja do tudo ou nada

Não seja partidário do tudo ou nada, inflexível, intolerante e perfeccionista

O perfeccionismo é uma barreira à felicidade. Há dois jeitos, o meu jeito e o jeito errado, e assim tudo tem que ser do meu jeito. Quando adotamos o tudo ou nada – criamos uma condição impossível de satisfazer.

Aceite o resultado quando ele é razoável.

A atitude do tudo ou nada nos impede de aceitar as pessoas

Pare de esperar pelo inesperado e de contar como certo o improvável

Pare de esperar pelo inesperado e de contar como certo o improvável

Nós nos decepcionamos constantemente com o andamento das coisas.

O mundo não é justo, mas temos que mudar a nossa atitude para reduzir o nosso estresse e nossa insatisfação.

Quando avaliamos as nossas expectativas, muitas vezes nos esquecemos de considerar a probabilidade disso acontecer, e aí, pode estar a raiz de tanta insatisfação.

Esperar o inesperado é sem dúvida uma receita para a infelicidade.

Eu posso desejar o inesperado, o que é diferente, por exemplo, ganhar na Megasena da Virada.

Não seja tão centralizador, delegue o quanto puder

Não seja tão centralizador, delegue o quanto puder

Não assuma esse papel de centralizador. Pare de centralizar tudo em você, procure delegar o que for possível.

Você já se sentiu como alguém que tem muita coisa nas suas costas.

Pense se não está na hora de descentralizar, de delegar e compartilhar as responsabilidades.

Isso vale para os assuntos familiares e principalmente para os do trabalho.

Compartilhe as decisões.