Ensinamento Posts

O poder do silêncio

O poder do silêncio

Temos que experimentar o poder do silêncio. Falamos demais, e diz o ditado popular que quem fala demais dá bom a dia a cavalos. Trago algumas dicas da tradição espiritual para colocarmos mais serenidade na nossa vida cotidiana.

Dê prioridade aos amigos

Dê prioridade aos amigos

Valorize as amizades, os relacionamentos; dê prioridade aos amigos.

Este mês fomos todos surpreendidos com o lançamento do programa do governo britânico de Thereza May, estimulando e orientando o país todo a dedicar atenção aos relacionamentos. Dizem que May recomenda que os médicos prescrevam mais relacionamentos e nem tanto medicamentos.

Cuide mais da sua vida e menos da vida dos outros

Cuide mais da sua vida e menos da vida dos outros

Uma vez ou outra você deve trazer na sua lembrança de que é a pessoa mais importante do mundo é você mesma, e com isso em mente, cuide mais da sua vida e menos da vida dos outros.

Faça o melhor do pior

Faça o melhor do pior

As situações difíceis podem acontecer sem aviso, mas lembre-se, faça o melhor do pior. Use a situação para melhorar o que vem pela frente. Nada acontece por acaso, e mesmo as coisas ruins devem ser aproveitadas para construir um futuro melhor.

Ofereça o melhor para você

Ofereça o melhor para você

Ofereça o melhor para você, reserve o que há de melhor para você desfrutar a vida plenamente.

Pode parecer que eu estou falando do dinheiro, do conforto, da vida material, mas não é nem perto algo relacionado com o mundo material.

Legado Pessoal

Legado Pessoal

Você já refletiu sobre o seu legado pessoal

O que deixamos para trás quando deixamos esta existência?

Como seremos lembrados?

Como gostaríamos de ser lembrados?

Traga de volta as lembranças felizes

Traga de volta as lembranças felizes

Faça um esforço para trazer de volta as lembranças felizes. Sempre quando arrumamos a nossa casa ficamos no dilema de guardar ou descartar alguns objetos que pertenceram aos nossos antepassados.

Tenho objetos que pertenceram aos meus avós, aos meus pais que já se foram, e gosto muito de trazer as boas lembranças que este objetos me remetem. Acredito que todos vivenciam o mesmo tipo de experiência no seu cotidiano.

Isso acontece quando reencontramos familiares