Dúvidas Posts

Na dúvida – deixe o coração falar

Na dúvida – deixe o coração falar

Não se desespere na crise. É perfeitamente normal termos muitas dúvidas quando as coisas andam mal, enfim, não queremos errar nas nossas decisões e entornar mais o caldo.

Muitas vezes, temos dúvidas crueis sobre uma ação a ser tomada, ou mesmo uma situação que queremos abandonar.

Na dúvida, deixe o coração falar.

Se acalme e traga lá do fundo os motivos para tomar uma ou outra decisão. Você tem que se sentir confortável com a decisão, e o conforto vem lá de dentro, do coração.

Se o cérebro e a razão já deram a sua contribuição e não te permitiu pesar entre uma ou outra solução, dê chance ao seu coração.

Escolha bem

Esteja muito consciente das escolhas que faz na sua vida. Desligue o piloto automático e evite que te comandem como num controle remoto.

Escolha bem por onde quer trilhar, e torne a sua vida mais produtiva e prazerosa.

Uma vida trilhada por caminhos tortuosos pode te levar a destinos indesejados.

Não se deixe iludir por atalhos incertos. Perigos inesperados e terrenos pantanosos podem complicar o seu trajeto.

Esteja sempre ciente da sua capacidade e tenha expectativas realistas.

Deixe as dúvidas para trás

Deixe as dúvidas para trás. Não dê às dúvidas o poder de te amedrontar e te paralisar.

Quando deixamos as dúvidas tomarem conta, os problemas se avolumam, crescem, se tornam insolúveis por nada.

Dê uma única razão para você querer ficar parado, estagnado.

Você é o criador dos seus pensamentos. Deixe ir aqueles que estão te prejudicando.

Somos mais rigorosos quando julgamos a si próprio, e as piores dúvidas são aquelas sobre nós mesmos.

É preciso escolher.

Caminhamos numa estrada que pode parecer reta e sem bifurcações, mas há momentos que a encruzilhada é evidente, e a escolha é necessária.

Temos que ter com quem falar para decidir corretamente, e esse alguém é você mesmo.

Esteja preparada. Se você viveu a vida tomando conta da vida dos outros, mexericando e seguindo os ditames da moda, é possível que você nem tenha com quem conversar, pois se tornou uma pessoa vazia, se esqueceu de carregar os valores essenciais e se liberou de construir um indivíduo são, resiliente e compreensivo.

Faço a pergunta a mim mesmo.

Muitas das decisões e escolhas, fazemos no isolamento, conversando consigo mesmo, iluminados pela Força Superior.

Usualmente faço uso de algumas perguntas que me ajudam a ganhar clareza naquilo que estou tratando.

No nosso cotidiano, nos irritamos e sentimos uma urgência para revidar, reclamar os nossos direitos e marcar posição em alguma contenda intelectual.

Nessas situações costumo me perguntar: Até que ponto isso é importante? Qual a importância que isso vai ter daqui a um mês? Como isso vai me afetar daqui para diante? Qual a grande transformação que isso terá na minha vida?

As dúvidas que temos de nós mesmos.

Devemos encarar com serenidade o desconforto de lidar com a incerteza todos os dias.

O desconhecido é uma constante para aquele que navega pelos mares do crescimento.

Queremos crescer, aprender e progredir, mas temos medo, dúvidas, receios e ansiedade.

Devemos confiar na Força Superior, pois não estamos sós, em nenhum momento.

Peça pela iluminação, e as dúvidas que te amedrontam nas decisões se dissiparão.

Não pegue carona nos problemas dos outros.

Ajudar os outros é muito importante, mas embarcar nos problemas dos outros é algo que devemos evitar.

Não quero com isso dizer que você deve agir friamente diante do sofrimento alheio.

Mas sinto às vezes que temos uma tendência a seguir de carona nos problemas dos outros. Nem bem alguém conta um problema e eu já me enveredo imaginando que tenho o mesmo problema.

Isso é um efeito contagioso que temos que bloquear.