Desesperança Posts

A tempestade vai passar e a poeira vai se assentar

A tempestade vai passar e a poeira vai se assentar

É comum ficarmos confusos e desorientados no meio de tantos problemas, mas a tempestade vai passar. Quando isso acontecer a poeira vai se assentar e a fumaça também vai dissipar.Há momentos em nossa vida que os problemas aparecem encarreirados, um atrás do outro.

No meio da nuvem de poeira não é possível  enxergar os caminhos, e nos sentimos imobilizados nas decisões. Sei que muito daquilo que vejo turvando a minha visão é o calor emocional do que está acontecendo.Nessa situação, é bom deixar a coisa se acalmar não só para nós mesmos, mas também para as outras pessoas.

Como já comentei várias vezes, a água, no fundo do lago é sempre calma. Devemos portanto, num momento de agonia e dificuldade, buscar a paz interior e a serenidade, e assim enxergar os caminhos que temos que seguir.

Deus pode quando você não pode: olhe sempre para cima

Deus pode quando você não pode: olhe sempre para cima

A vida pode nos colocar de joelhos, problemas infindáveis, dificuldades inesperadas e a energia que parece que vai embora. Quando a coisa ficar pesada e você se sentir muito confuso, quase desesperado, não olhe só para os lados, olhe para cima. Se acostume a ver que você não está sozinho.

Olhar para cima para quê?

Olhar para cima para quem?

Além da decepção.

Quando experimentamos a decepção, temos que, rapidamente, enxergar o que está além disso, qual a mensagem que vem junto, qual lição, qual direção.

Quando nos decepcionamos, mostramos que nos importamos, criamos alguma expectativa não atendida que merece atenção.

Pode ser muita expectativa, e temos que trabalhar isso para não ficarmos imobilizados com tanta decepção.

Imagine o melhor para você, e deixe de lado tanta expectativa em relação aos outros.

Não abandone o barco.

No meio da tempestade, não se desespere nem abandone o barco.

A vida pode parecer difícil, e os problemas incontroláveis, mas tudo vai passar, e você vai chegar ao seu destino.

Busque a serenidade, deixe a sua mente se acalmar e cuide de uma coisa por vez.

Quando tudo parece revirado, temos uma ansiedade enorme em consertar tudo de uma vez, e não é razoável fazer isso.

Tampouco devemos abandonar o barco, chutar o pau da barraca e consequentemente botar tudo a perder.

A calma necessária.

Vá com calma! É um lema que sempre me vem à cabeça, mas o cotidiano pode não deixar espaço para isso.

A correria é real, os prazos do trabalho, os problemas familiares e não sei por que, todos resolveram adoecer no mesmo período.

Mas sei que isso não deve me impedir de dar uma parada, ir mais devagar e pedir um tempo para mim mesmo, para me acalmar.

Tenho que conseguir enxergar as reais prioridades na vida, resolver o que tem que ser resolvido, sem me exasperar, sem perder a temperança.

Uma boa razão para ter esperança.

Não tenho qualquer razão para acreditar que o futuro será pior.

Tenho uma vida boa, sou feliz a maior parte do tempo, e todas as indicações são razões de sobra para ter esperança no futuro.

Devo olhar a vida com otimismo. Tenho sessenta anos e ainda em processo de crescimento pessoal, e sei que posso fazer melhor.

Posso aprender com meus erros, relevar os contratempos e seguir de cabeça erguida.

Onde foi que perdi minha esperança?

A máquina que somos nós move a múltiplos combustíveis, e um deles é a esperança.

Quando perdemos a esperança é como se algo errado estivesse acontecendo com o motor – começa a falhar – perde força – perde velocidade – perdemos o controle.

A esperança nos impulsiona para a fase seguinte do jogo, mesmo que a fase atual nos pareça impossível.

O desejo de viver o dia seguinte funciona como a alavanca 4×4, multiplicando a nossa capacidade de enfrentar os desafios.

Com a esperança, a carga fica mais leve.