Culpado Posts

Pare de brigar consigo mesmo

Pare de brigar consigo mesmo

Pare de brigar consigo mesmo e não seja você o seu pior inimigo

Pare com essa discussão interna excessiva e inadequada.

Dê um crédito a si mesmo.

Fale para si mesmo: acredito na sua capacidade – você consegue.

Quando não temos mais ninguém para por a culpa

Quando não temos mais ninguém para por a culpa

Muita coisa acontece contrária às nossas expectativas. Fazemos tudo certo, mas é inevitável experimentar alguma decepção. Quando isso acontece, culpamos e nos culpamos, o que merece alguma reflexão.

Quando não encontramos ninguém para por a culpa é sinal de que nos livramos da prepotência.

Isso é um bom sinal, pois deixamos a amargura de conviver com a nossa culpa e a dos outros.

Como lidar com o amor não correspondido e o que ele ensina

Como lidar com o amor não correspondido e o que ele ensina

Quem nunca viveu a dor de um amor não correspondido?

Isso pode acontecer com alguém que mostrou um afeto intenso e de repente decidiu seguir outro caminho, alguém que mostra sinais confusos e não parece pronto para decidir, enfim, é uma sensação dolorosa e desconfortável que desperta na gente um monte de sentimentos negativos. Nos sentimos rejeitados, imperfeitos, inadequados e parece que nada vai dar certo daqui para frente.

Não deixe a culpa tomar conta

Não deixe a culpa tomar conta

A culpa é um fardo pesado que temos que aprender a aliviar, e podemos fazer isso um pouco de cada vez, e de repente nos sentimos mais leves.

Aprendi que a culpa é sempre um sinal de prepotência.

Quando nos sentimos culpados é porque não conseguimos aceitar que nós, seres perfeitos que somos, poderíamos ter falhado dessa maneira.

Quando culpamos os outros, é porque no fundo pensamos que, se fossemos nós, perfeitos que somos, não teríamos errado – teríamos feito certo, ou perfeito.

Seja feliz sem culpa

Seja feliz sem culpa

Procure ser feliz sem culpa, e não deixe que ninguém tire da tomada a sua felicidade.

Você tem o direito de ser feliz, mesmo que as pessoas que te cercam sejam infelizes. Não sinta culpa. Não questione o seu mérito. Deixe a sua luz brilhar.

Muito rapidamente você vai ver que consegue atrair pessoas com mesma vibração otimista

Levante a sua auto-estima. Você é merecedor das coisas boas que acontecem contigo. Aproveite e desfrute, sem julgamento e sem culpa.

Além dos arrependimentos.

Temos que ter a capacidade de viver além dos arrependimentos.

Um pouco de arrependimento é bom, pois nos impede de cometer as mesmas besteiras sucessivamente, mas ficar ruminando sobre tudo que deu errado, se culpar ou culpar os outros não leva a lugar algum.

Sinta o arrependimento, mas não deixe que ele te imobilize, te deixe triste por um tempo além do razoável.

Use a sua energia para trabalhar nos problemas de hoje, deixando de lado os problemas do passado, os resultados insuficientes e as pessoas desprezíveis por traz das situações.

Conduza a vida olhando para frente, enfrentando os problemas e fazendo o que tem que ser feito.

Muito tarde para se desculpar ou agradecer.

Andamos muito apressados:

Pode ser muito tarde para se desculpar ou mesmo agradecer. A vida corrida nos cega para a bondade humana. Nos confundimos no julgamento das pessoas e das circunstâncias.

Uma história interessante é contada no poema de Valerie Cox, The Cookie Thief, o ladrão de biscoitos, e faço aqui uma versão livre, conservando a ideia.