Crise Posts

Barreiras e adversidades

Barreiras e adversidades

Não há como evitar algumas mudanças de rumo, barreiras e adversidades que aparecem de repente.

Devemos todos estar serenos para lidar com o que a vida nos reserva. Prontos para agir, mas com a calma necessária para seguir em frente sem se desesperar.

Além das decepções

Além das decepções

Procure olhar além das decepções.

A vida costuma desafinar em muitos momentos. Nos decepcionamos com tudo e com todos, mas temos que enxergar o que está além desse momento negativo.

Não deixe isso ecoar por todos os aspectos da sua vida.

Não se desespere, deixe o problema dormir uma noite

Não se desespere, deixe o problema dormir uma noite

Não se desespere. Sei que não pedimos para ter problemas, mas às vezes somos atropelados por um dos grandes. O que fazer quando nenhuma solução razoável nos aparece?

A tempestade vai passar e a poeira vai se assentar

A tempestade vai passar e a poeira vai se assentar

É comum ficarmos confusos e desorientados no meio de tantos problemas, mas a tempestade vai passar. Quando isso acontecer a poeira vai se assentar e a fumaça também vai dissipar.Há momentos em nossa vida que os problemas aparecem encarreirados, um atrás do outro.

No meio da nuvem de poeira não é possível  enxergar os caminhos, e nos sentimos imobilizados nas decisões. Sei que muito daquilo que vejo turvando a minha visão é o calor emocional do que está acontecendo.Nessa situação, é bom deixar a coisa se acalmar não só para nós mesmos, mas também para as outras pessoas.

Como já comentei várias vezes, a água, no fundo do lago é sempre calma. Devemos portanto, num momento de agonia e dificuldade, buscar a paz interior e a serenidade, e assim enxergar os caminhos que temos que seguir.

6 atitudes para tomar quando o barco está afundando

6 atitudes para tomar quando o barco está afundando

Os problemas podem nos bombardear de tal maneira que em algum momento sentimos que o barco está afundando e que não vamos nos salvar.

Às vezes, parece que as bóias sumiram, as águas traiçoeiras nos puxam para baixo. A vida é assim.

Como sobreviver?

Vou transcrever aqui uma postagem de Christopher Foster publicada no Goodlifezen, com o título: como a catástrofe pode abrir as portas para uma nova vida.

Foster se sentiu afundando aos 63 anos, quando sua esposa faleceu às vésperas de comemorar 25 anos de casado. Ele decidiu abandonar a comunidade espiritual que frequentou por 36 anos.

Não coloque a carroça na frente dos burros, vá com calma e não force as situações

Não coloque a carroça na frente dos burros, vá com calma e não force as situações

Muitas vezes perdemos a calma e forçamos as situações, o que acaba complicando mais a nossa caminhada. Temos muita ansiedade para ver as coisas resolvidas e projetos concluídos.

Às vezes tentamos encaixar coisas que naturalmente não se encaixam.

É como o bebê tentando encaixar o cubo no buraco redondo.

Nós nos alteramos quando falamos, forçamos a barra para as coisas acontecerem.

Não raro, isso resulta em atrito, conflito e infelicidade. Tenha calma. Às vezes é bom deixar a poeira se assentar e voltar com calma para buscar a solução adequada.

Limites cabem em qualquer relacionamento

Para tudo há um limite e nos relacionamentos então, temos que atentar para os limites que podem facilmente ser negligenciados. Gostamos de nos intrometer na vida dos outros, tentar controlar e fazer valer a nossa vontade, percepção, ideias e escolhas.

Em cada relacionamento, é importante se estabelecer os limites, e revisá-los permanentemente.