Carinho Posts

Casar com o príncipe encantado

Casar com o príncipe encantado

Muitas pessoas acreditam que a felicidade plena acontecerá quando casar com o príncipe encantado, assim como a Cinderela na história infantil.

Mas a história infantil acaba sempre com os dizeres finais: “e assim, viveram felizes para sempre”.

Sabemos que a vida real não é um passeio no parque. É uma rosário de problemas para todos os gostos.

O primeiro beijo é mágico e o segundo…

O primeiro beijo é mágico e o segundo…

Dizem os estudiosos que explicam a adaptação hedônica que o primeiro beijo é mágico, o segundo é íntimo e o terceiro é rotina. O ser humano tem a capacidade de se adaptar a tudo, coisas boas e ruins. Essa capacidade provoca uma letargia aos relacionamentos amorosos, que em muitos casos acaba em infidelidade.

Traga de volta as lembranças felizes

Traga de volta as lembranças felizes

Faça um esforço para trazer de volta as lembranças felizes. Sempre quando arrumamos a nossa casa ficamos no dilema de guardar ou descartar alguns objetos que pertenceram aos nossos antepassados.

Tenho objetos que pertenceram aos meus avós, aos meus pais que já se foram, e gosto muito de trazer as boas lembranças que este objetos me remetem. Acredito que todos vivenciam o mesmo tipo de experiência no seu cotidiano.

Isso acontece quando reencontramos familiares

Admiração: uma das melhores maneiras de conservar o relacionamento

Admiração: uma das melhores maneiras de conservar o relacionamento

Aprendi que uma das maneiras de conservar o seu relacionamento amoroso é a admiração dedicada a quem você ama.

Seja uma fã incondicional da pessoa amada. Admire-a.

Há muitas maneiras fantásticas de reforçar o seu relacionamento, mas repasso um exercício fantástico ensinado pelo Dr. Fred Luskin que dirige o Projeto do Perdão na Stanford University.

É o exercício do prêmio humanitário inventado por Fred Luskin.

Ouvir é um ato de amor

Ouvir é um ato de amor

Não prestamos mais atenção às pessoas, e muito menos ao que elas têm a dizer.

Estamos conversando com os outros, mas prestamos atenção apenas naquilo que dizemos – mais parece um monólogo.

Quando estamos com os outros, devemos estar presentes de verdade, e ouvir atentamente o que os outros têm a dizer, é um ato de amor, de generosidade.

Sou imensamente grato pela vida e pelas pessoas que carinhosamente me acompanham nesta vida

A vida tem me proporcionado coisas incríveis.

Ontem, o dia em que completei mais um ano, fui surpreendido por centenas e centenas de felicitações que não tive a capacidade de responder uma a uma, o que gostaria de ter feito.

Sou imensamente grato por tudo que a vida tem me proporcionado, e Deus tem sido generoso em colocar no meu caminho pessoas maravilhosas que me acompanham, me ajudam, me incentivam e pavimentam o meu caminho com muito amor e amizade.

Hoje, mais maduro e sereno, avalio as mudanças que aconteceram na minha vida com muita gratidão por tudo e por todos. Os desvios de rumo que me foram dados percorrer, às vezes com sofrimento e penosa labuta, se revelaram a minha proteção, o meu crescimento e a explicação para a pessoa que vim a me tornar.

Deus tem sido misericordioso em me abrigar em todos os momentos de penúria, e preciso e certeiro em retirar, cirurgicamente, as pedras do meu caminho.

Tenho sido diariamente premiado com a alegria de viver, a possibilidade de ajudar e a graça de viver na companhia de todos vocês.

Rubens Sakay (Beco)

Não fique entretido com a desgraça alheia

Não fique entretido com a desgraça alheia

Quem cuida muito da vida alheia deixa a própria vida à deriva. Por esse motivo, não fique tão entretido com a desgraça que acontece com os outros.

O sentimento adequado é a compaixão, sentir você mesmo o sofrimento dos outros, sem comparações, mas sentindo você mesmo, uma urgência para fazer alguma coisa para que este sofrimento cesse.