Agressividade Posts

Não seja um imã da raiva

Não seja um imã da raiva

Não a deixe a raiva tomar conta com qualquer coisa errada que te aconteça.

Raiva atrai a raiva, e esse efeito imã é uma armadilha.

A natureza humana está pronta para lutar ou fugir das ameaças que nos acontecem.

Ficamos raivosos com tudo que acontece de errado à nossa volta. Alguém ofende um amigo e ficamos com raiva. Um cliente é maltratado no supermercado e isso provoca um efeito negativo em nós mesmos.

Não se deixe consumir pela raiva

Não se deixe consumir pela raiva

Temos muitos motivos para sentir raiva, é uma coisa natural que vem lá de dentro do nosso ser ancestral. No entanto, temos que atentar para o fato que a raiva pode consumir a própria pessoa, e temos que fazer alguma coisa para evitar.

É um mal que infligimos a nós mesmos, e fazemos mal ao ambiente e às pessoas à nossa volta.

Nos ensina Thich Nhat Hanh em seu livro “Aprendendo a lidar com a raiva”,

Antídoto para o estresse e agressividade (comprovado pela ciência)

Antídoto para o estresse e agressividade (comprovado pela ciência)

Não perca nenhuma oportunidade para tratar o outro com cortesia e gentileza. Sinta um profundo interesse pelo conforto, paz de espírito e bem-estar de outra pessoa.

É um ato desinteressado, sem esperar algo em troca, apenas como um ato de amor, uma expressão que vem do fundo do coração.

Aja com educação, gentileza e consideração pelo outro, e compreenda que isso é contagioso, pois o outro vai replicar o mesmo comportamento para uma terceira pessoa, e no final, temos um ambiente, uma sociedade e um mundo melhor.

O mundo estressado que construímos merece alguns antídotos, e a gentileza é um deles.

Sai da escada da arrogância

Sai da escada da arrogância

Não se coloque acima daquele que te fala, pois essa arrogância vai te deixar surdo para a mensagem que você está recebendo.

A superioridade bloqueia qualquer comunicação, e, quando menos, distorce o seu conteúdo da mensagem, entendemos mal, interpretamos às avessas.

Não se coloque num patamar acima daquele que está falando, isso vai dificultar enormemente você ouvir e entender a mensagem.

Perguntas que vão dizer se vale a pena ter uma reação explosiva

Perguntas que vão dizer se vale a pena ter uma reação explosiva

Às vezes, reagimos de modo desproporcional, isso nos complica e nos leva a arrependimentos.

Revidamos com muita força algo que na verdade nos ofende de passagem.

Aprenda a equilibrar suas reações, verifique se elas não estão sendo desproporcionais.

Permita que os seus sentimentos te conduzam, mas não que te dominem por inteiro.

Quando estamos no modo de reação pura, estamos conectados a uma fonte inteira de estresse. Estamos rodando o nosso organismo numa rotação além do adequado e pode fazer mal à saúde.

Palavras que podem ferir

Palavras que podem ferir

Saiba que a arma mais poderosa são as palavras e você pode estar usando isso contra as pessoas que mais ama.

Sai sem querer, especialmente quando estamos com raiva.

São palavras que destroem o bem-estar e a felicidade e por isso devemos evitar.

“Depois de tudo que fiz por você”.

“Agora você está contente?”

“Eu não disse que você ia se prejudicar?”

“Não me interessa o que você pensa.”

“Não vou te perdoar enquanto eu viver.”

O perdão e a vingança

O perdão e a vingança

A natureza nos equipou com ambas as capacidades, perdoar e revidar, ou se vingar. Porque será que a nossa mente se entretem mais com a vingança do que com o perdão? Porque é tão difícil praticar uma coisa ao passo que nos parece tão natural pensar na outra?

O nosso processo evolutivo nos moldou para nos proteger na exploração uns pelos outros, e por esse motivo, sempre pensamos em dar o troco. E por mais ilógico que seja ficar ruminando na vingança, isso é o que mais ocupa a nossa mente.

Nos parece que o mais eficiente mecanismo de solução de conflitos passa pela retaliação.

E o mais interessante é que a retaliação vem uma forma desproporcional à ofensa recebida. Uma fechada não intencional no trânsito nos parece justificar uma agressão física sem proporções.