Casar com o príncipe encantado

Casar com o príncipe encantado

Muitas pessoas acreditam que a felicidade plena acontecerá quando casar com o príncipe encantado, assim como a Cinderela na história infantil.

Mas a história infantil acaba sempre com os dizeres finais: “e assim, viveram felizes para sempre”.

Sabemos que a vida real não é um passeio no parque. É uma rosário de problemas para todos os gostos.

A vida não termina no casamento com o príncipe encantado, mas isso representa uma nova e fascinante fase da vida de qualquer pessoa. A vida que se desenrola não é livre de problemas, mas é abundante em satisfação e felicidade se estivermos abertos para isso. Dificuldades financeiras podem aparecer no meio do caminho. Filhos significam um estresse à parte, e a carreira profissional pode derrapar vez ou outra. Mas a vida consegue ser boa mesmo com tantos problemas.

Todo mundo está entretido com alguma barreira a transpor, lutando para vencer alguma dificuldade, e assim é a vida. Não podemos desanimar.

Cuide do relacionamento:

A vida cotidiana, na variedade de problemas pode muito bem ocultar a beleza do relacionamento amoroso. Nos esquecemos de cuidar um do outro enquanto cada um luta para resolver os seus próprios problemas.

Ajude um ao outro, ouça o que o outro tem a dizer.

Dê o ombro quando os tempos ficarem difíceis. Enfrentem junto as adversidades.

Acredite que tudo vai acabar bem. As crises também passarão. Aprenda a olhar por cima do muro das adversidades, o horizonte mais claro depois da tempestade.

Aprenda também a desarmar a crítica interna destrutiva. Assim como no cinema quando o especialista cuidadosamente desarma uma bomba colocada pelos bandidos. Paciência consigo mesmo. Há momentos que a nossa capacidade é colocada à prova, e calma e serenidade se fazem necessárias.

O vestido da Cinderela pode ficar um pouco desbotado, guardado no armário, mas o encanto pela vida deve prevalecer.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta