Cansado dos pensamentos negativos.

Por vezes, nos cansamos de tantos resultados negativos e não percebemos que temos que mudar o padrão dos pensamentos.

Os resultados são fruto das nossas ações, que por sua vez são fruto dos nossos pensamentos.

Se você está cansado de resultados negativos, tem que mudar o seu padrão de pensamentos.

Mas sei que se livrar de determinados pensamentos é particularmente difícil, como nos ensinou o prof. Daniel Wegner da Universidade de Harvard no livro “White bear and other unwanted thoughts” (Urso branco e outros pensamentos indesejáveis).

Não pense no urso branco:

Diz que quando somos solicitados a não pensar num urso branco, aí é que o urso branco não sai da nossa cabeça.

Os pensamentos negativos, especialmente aqueles associados ao ressentimento, raiva, culpa e arrependimentos, grudam na nossa mente como goma de mascar. Insistimos em afastá-los, sem sucesso.

A explicação científica, é que quando nos determinamos a não pensar em algo, uma parte do cérebro elimina tal pensamento, e outra fica encarregada de verificar de tempo em tempo se o pensamento está lá, consequentemente trazendo o pensamento de volta.

Wegner nos ensina alguns truques que funcionam:

-encarregue o cérebro de alguma atividade distrativa que exija atenção, e vai colocar a mente em outro terreno de atividade;

-tente postergar o pensamento: vou pensar nisso amanhã;

-afaste as atividades múltiplas, pois elas permitem que os pensamentos indesejáveis se aproximem;

-traga o pensamento indesejável de maneira controlada, ou seja, pense nele;

-pratique a meditação.

Pense no urso branco:

Os experimentos científicos demonstraram que as pessoas que foram solicitadas a pensar no urso branco, na realidade, pensaram menos vezes que aquelas que foram solicitadas a não pensar no urso branco.

Eu, particularmente gosto do artifício de pensar em coisas positivas e alegres, como forma de substituir os pensamentos negativos.

Gosto também de desafiar os pensamentos negativos.

Se o pensamento é de culpa, tento esmiuçar o pensamento, desconstruindo e eliminando na raiz a ideia de que tenho que me culpar ou culpar alguém.

Vivemos povoados de pensamentos negativos, e eles, em grande monta, influem no nosso comportamento.

Vale a pena fazer um esforço para se livrar deles.                                                                               R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta