Cada problema te ensina uma lição e pode ser um presente na sua vida

Cada problema te ensina uma lição e pode ser um presente na sua vida

Estamos sempre evitando problemas e tentando se desvencilhar dos problemas, e quem sabe não é hora de olhar para eles com um olhar positivo?

Dizemos que um problema é um presente embrulhado numa embalagem cheia de espinhos, com um papel sujo e amarrado firmemente com nós cegos difíceis de desatar.

Mas o presente é maravilho e vale o trabalho e o suor para chegar até o seu conteúdo.

Assim é a vida.

Embrulhados num rosário de problemas, estão lições valiosas e um aprendizado que não teríamos outra maneira de usufruir.

Lição:

O garoto enfia o dedo na tomada e aprende ali uma lição que não poderia ter aprendido de outra maneira com tal ênfase e precisão.

Parece uma recomendação dolorosa, mas devemos olhar cada problema como um presente, uma lição, um aprimoramento.

Principalmente as fases difíceis da vida guardam lições valiosas.

Experimente escrever sobre cada fase difícil e complemente com a grande lição aprendida.

Quando nos distanciamos, no tempo, dos problemas pelos quais passamos e olhamos essa fase já passada com serenidade, é porque provavelmente tiramos alguma lição.

Identifique a lição aprendida, e valorize essa sua capacidade de aprender com os problemas e os reveses da vida.

Conflitos nos nossos relacionamentos é uma oportunidade para conhecer melhor as pessoas e a nós mesmos.

Dificuldades no trabalho trazem a oportunidade para enxergar um aprimoramento, capacitação e novas competências.

Problemas de saúde nos alertam para cuidar melhor do nosso organismo, exercício físico, alimentação saudável e mecanismos para reduzir o estresse.

Escolhas:

Dizem que todo problema nos leva a duas escolhas: ficar olhando, amargurado o pacote espinhoso, ou se encher de coragem, desembrulhar e usufruir da lição que o problema contém.

A escolha é de ser vitorioso ou de ser vítima.

A escolha de ser vítima vem repleta de desculpas para não abrir o pacote espinhoso.

É porque sou isto ou aquilo.

É porque não sei isto ou aquilo.

É porque sou deficiente – aliás, quanto a isso, vale de exemplo o livro de Kyle Maynard – No Excuses (Sem desculpas – a história real de um deficiente que se tornou um campeão no ringue e na vida).

Os problemas não devem nos impedir de crescer, de ser uma pessoa melhor, um dia de cada vez.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta