Às vezes, a serenidade é só o que queremos e precisamos.

Numa noite fria, nos enfiamos debaixo das cobertas, e sentimos tudo frio. Mas vamos lá para o fundo, ficamos quietos, e logo o calor aconchegante se estabelece.

Assim é quando buscamos a serenidade. Devemos nos voltar para dentro, calar a nossa mente perturbada e esperar que a serenidade se estabeleça como um calor confortante. Exercite a calma, interrompendo qualquer pensamento de preocupação, ressentimento, culpa, inveja ou arrependimento.

Fique quieta com a mente solta sem se prender a nada, e sinta a serenidade chegar até você.

Respire confortavelmente, sem pressa, sem controle, apenas no compasso.

Sente-se adequadamente e cuide para que a posição não restrinja a respiração.

Sinta o frio do ar encher o seu pulmão.

Sinta o ar pressionar por dentro.

Exatamente com o calor chegando por debaixo das cobertas, sinta a serenidade chegar até você.

Beco

4 Comentários

Eli Lima.

about 8 anos ago

Que poesia! Obrigada pela contribuição. Fique Bem. Eli.

Responder

Joelson Vellozo Jr.

about 8 anos ago

Ao ler este post, me veio muito fortemente a contribuição que a prática da meditação pode trazer para que se alcance a serenidade. Respiração atenta, pensamento livre, tudo isso como "roteiro" para uma boa e serena meditação...

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta