Aprenda com o seu passado e melhore o seu futuro

Aprenda com o seu passado e melhore o seu futuro

Somos todos aprendizes nessa vida, e aquele que aproveita melhor o seu passado, é capaz de construir um futuro melhor.

Por outro lado, aquele que negligencia na escola da vida e vive repetindo os erros do passado, vai se desapontar com a vida que o futuro lhe reserva. Simplesmente não podemos esperar resultados diferentes fazendo tudo da mesma maneira.

O aprendiz olha as coisas que realizou com muito orgulho, a satisfação de corrigir erros infantis, perceber coisas tão elementares, que fazem parte da formação de qualquer profissional. Não se vê no olhar do aprendiz qualquer sinal de desprezo ou culpa pelo que fez quando ainda estava engatinhando na profissão.

Evite olhar o seu passado com o sentimento de culpa ou de autopiedade.

As situações por que passamos tem o objetivo de nos ensinar alguma coisa. Procure tirar lições de cada situação vivida.  Olhe o seu passado com o olhar de um aprendiz humilde e dedicado.

É inevitável que, ao relembrar as agruras do passado, as feridas voltem a doer. Saiba, no entanto, que se olharmos com honestidade para as valiosas lições de cada ferida, a dor da lembrança vai sendo substituída por uma sensação mais serena e agradecida.

Como diz Richard Layard – aprender as coisas sérias requer um bocado de prática. Veja o tempo que se leva para se tornar um bom violinista.

Você já passou por muitas dessas situações. Ninguém nasce sabendo, e os anos de escola e de trabalho incansável são mais que suficientes para te mostrar o valor de uma lição aprendida.

Você já protagonizou muitas dessas empreitadas – não desperdice as lições que já aprendeu.

As adversidades constroem o caráter.

As lições fazem de você uma pessoa melhor e mais feliz.

  Rubens Sakay (Beco)

Botão da Felicidade

SE VOCÊ TIVESSE UM BOTÃO QUE BASTASSE ACIONAR PARA SER FELIZ, VOCÊ APERTARIA?

Botão da Felicidade

SE VOCÊ TIVESSE UM BOTÃO QUE BASTASSE ACIONAR PARA SER FELIZ, VOCÊ APERTARIA?

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta