2-Aprenda a ser otimista – Martin Seligman

O professor de psicologia Martin Seligman sustentado por estudos científicos, afirma que o otimismo pode ser aprendido, e enumera as situações onde o indivíduo pode ser educado para ser otimista.

Segundo Seligman, o otimista e o pessimista se distinguem um do outro segundo três dimensões.

A primeira dimensão se refere a achar que a infelicidade é permanente. O otimista tende a achar que tudo vai passar, enquanto o pessimista acha que vai durar para sempre.

A segunda dimensão trata propagação. O otimista tende a ver a infelicidade como especifica e circunscrita à situação, enquanto que o pessimista enxerga a infelicidade contaminando tudo na sua vida.

A terceira dimensão é a da personalização. O otimista tende a achar que não é sua culpa, e que a situação pode mudar, enquanto que o pessimista se acha definitivamente culpado, e que nada pode mudar a situação.

Desse modo, é fácil entender porque o otimista tende a ser mais feliz e mais saudável que o pessimista.

O livro é repleto de testes para avaliar quanto o leitor é otimista ou pessimista.

Seligman apresenta também situações onde o pessimista pode levar vantagem sobre o otimista e vice versa a depender das situações e decisões envolvidas.

Martin E.P.Seligman é professor de Psicologia da Universidade da Pensilvânia e diretor da Positive Psychology Network e ex-presidente da American Psychological Association. Autor de vários livros de psicologia além dos dois relacionados aqui.