Aposta.

A aposta que fazemos na vida pode estar descalibrada.

O que você está apostando em você mesmo?

Quando chegar o dia de conferir o resultado final, como você acha que será esta avaliação?

Se você apostar que vai ficar milionário, qual é a chance de ser bem sucedido nessa empreitada?

E, caso seja bem sucedido, qual é a chance de chegar a conclusão que fez a aposta correta?

Improváveis:

O fato é que apostamos em coisas totalmente improváveis e mesmo quando conseguimos, no final, descobrimos que fizemos a aposta errada.

Muito daquilo que conseguimos é fruto da crença na nossa capacidade, daquilo que julgamos possível e adequado a nós mesmos.

Em suma, aquilo que apostamos em nós mesmos.

Pense na sua capacidade quando era bem pequeno – muito pequena.

Pense na sua capacidade hoje – bastante razoável – você aprendeu muita coisa.

Aposte sempre na sua capacidade de aprender, de tirar lições das experiências, boas e ruins.

A aposta no seu crescimento é a melhor delas.

Quando dizemos para si mesmo – eu vou conseguir – é uma aposta em si mesmo.

Se relacione com os seus problemas como se você tivesse apostado firme em você mesmo.

Se relacione com as pessoas como se a aposta em você fosse pesada.

Mesmo quando você erra, aposte que vai acertar da próxima vez.

Quando apostamos em qualquer situação, examinamos o histórico dos acontecimentos.

Quando olhamos o histórico das nossas realizações, com honestidade, ficamos prontos para apostar em nós mesmos.

Quando listamos tudo que já aprendemos e as dificuldades que sobrepujamos, aí sim, ficamos confiantes em apostar mais ainda.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta