Antecipar e reminiscer.

Dizem os especialistas que a antecipação produz mais efeito que a reminiscência, mas você pode ter ambos.

Certa feita, realizei uma viagem à Washington para várias reuniões de trabalho, dentre elas, uma na Casa Branca.

Na minha mente, a antecipação dos resultados provocou um êxtase durante toda semana, e hoje, passados quase dez anos da experiência, a reminiscência me traz sempre um contentamento impar.

Isso me faz lembrar também as viagens de férias com toda a família. Éramos cinco filhos, empacotados num carro pequeno, e a antecipação da viagem provocava uma agitação saudável na família inteira, e a reminiscência sempre produzirá um efeito impagável, de pertencimento, fraternidade, amor e cuidado.

Acho que aproveitar a antecipação e a reminiscência é sempre uma boa receita para aumentar a felicidade.

Este artigo na ODE Magazine comenta as discussões de Dan Gilbert sobre antecipar e reminiscer. Os estudiosos constataram que os indivíduos desenvolvem grandes expectativas sobre coisas que vão acontecer, mas quando acontece de fato, isso provoca nelas um contentamento menor, o que leva a conclusão de que antecipar é melhor que reminiscer.

Eu acredito que se tratando de experiências materiais, isso realmente é verdade. Antecipamos muito a alegria de um carro novo, e esse entusiasmo passa tão rápido quanto o cheiro do carro novo.

Mas se tratando de experiências não materiais, acho que é exatamente o contrário. Antecipamos menos e reminiscemos mais.

Há também o fator otimismo nesse mecanismo da antecipação. As pessoas otimistas antecipam mais a felicidade de algum evento, ao passo que os pessimistas estão sempre preocupados com algum contratempo e antecipam sim o fracasso.

No caso do pessimista, acredito que a reminiscência tem um peso maior que a antecipação.

Há ainda a discussão sobre a antecipação e a re-programação mental para esperar e receber o bom acontecimento.

Discussões acadêmicas à parte, eu acredito que podemos todos tirar proveito de ambos os fenômenos para aumentar a nossa felicidade.

Eu tenho investido bastante na reminiscência. Tenho organizado meu diário, meus vídeos e minhas fotografias para facilitar as minhas visitas aos bons momentos do passado.

Li certa feita uma frase que me impulsionou para melhorar os meus recursos para reminiscer: “ a vida não é o que vivemos, mas o que lembramos que vivemos.”

Beco

2 Comentários

WILLIAM MORAES CORRÊA (OS FOLIÕES - SÃO LUÍS - MA)

about 6 anos ago

Muito bom artigo. Parabéns! Os últimos parágrafos sintetiam muito bem a postura par ao sucesso na vida.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta