Amplie sua zona de conforto.

 

A vida da gente é composta de zonas de conforto e de desconforto.

Certamente quanto maior a zona de desconforto mais desconfortáveis estamos com a vida – é meio evidente.

Temos que aumentar a zona de conforto para ficarmos mais satisfeitos com a vida e portanto, mais felizes.

Quando temos uma zona de conforto muito pequena, ficamos enclausurados pois tememos os riscos e o desconforto de sair dela, e consequentemente deixamos de usufruir de uma vida plena.

Dra. Susan Jeffers:

Nos ensina a Dra. Susan Jeffers que devemos nos aventurar para fora da zona para nos sentirmos mais capacitados.

Cada risco novo assumido e experiências bem sucedidas, amplia a minha zona de conforto e também as minhas chances de ser feliz.

Faça uma lista de áreas e atividades que gostaria de se aventurar e assumir mais riscos.

Caminhe por essa lista ao longo do ano, ampliando suas experiências. Quanto mais você se aventura, maior poder sobre a sua vida você vai sentir, melhorando o seu autoconhecimento e autoestima.

Você não precisa assumir grandes riscos. Aliás, o cotidiano é feito de pequenos riscos e pequenas aventuras.

A confiança aumenta à medida que caminhamos, e quanto melhor o nosso desempenho, maior é a nossa confiança.

Como diz a Dra Susan “assumir um risco a cada dia é a rede de segurança que você cria para si mesmo e que lhe reafirma, muitas vezes, que você é capaz de enfrentar tudo o que acontecer na sua vida”.

Zona de conforto:

Uma zona de conforto estreita limita a sua vida, e saiba que uma montanha de alegria e felicidade está fora desta zona que você insiste em manter assim, estreita.

Fazer uma lista, como recomenda a Dra Susan, te permite acompanhar o seu progresso e o alargamento dessa zona de conforto.

Experimente, e como diz ela, você vai ver o medo se dissipar, e a confiança necessária para você seguir em frente vai tomar conta de você.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta