Alguns conseguem

Preste atenção nas pessoas que conseguem fazer coisas, realizar os projetos e ultrapassar as barreiras impostas. Não são os mais inteligentes e nem se destacam na capacidade quando comparados com os demais.

O que diferencia uma pessoa bem sucedida dos outros é a determinação, a força de vontade que parece inesgotável.

Podemos até achar que elas são sortudas e não tiveram que enfrentar dificuldades severas, mas nem isso é verdade, pois todos enfrentam problemas e encontram barreiras enormes nos seus projetos.

Sem medo:

Elas não se deixam amedrontar, não são barrados ou interrompidos por qualquer coisa, e escolhem caminhar mesmo quando o terreno se mostra desfavorável.

Os desapontamentos e decepções são em igual proporção, e os fracassos também acontecem para esses bem aventurados. Mas eles não ficam reclamando e lamuriando pela má sorte, simplesmente partem para a luta. Utilizam os recursos plenamente e pavimentam o seu caminho com bons relacionamentos, não necessariamente influentes, mas amigos e conexões saudáveis.

Quando nos sentimos frustrados, nos vem a sensação de que poderia ter sido melhor, poderia ter feito mais um pouco, poderia ter contado com aquela ajuda valiosa. A partir desse sentimento podemos escolher dois caminhos: agir para fazer acontecer de uma outra maneira, uma nova oportunidade, ou ficar estagnado, desapontado consigo mesmo.

Trabalhe a frustração, pois ela pode te impulsionar para frente a depender da sua escolha.

Quando as coisas não seguem conforme o nosso planejamento, temos uma tendência imediata de desistir, mas a melhor recomendação é dar mais um passo adiante, persistir um pouco mais, pois a solução pode estar nesse passo.

O tempo disponível é o mesmo para todos, embora tenhamos sempre a impressão que os outros têm mais tempo que a gente.

Duas coisas realmente distinguem as pessoas que conseguem realizar seus sonhos.

O primeiro aspecto é a constância de propósito. As pessoas simplesmente insistem nos seus caminhos e seguem sem perder o foco, o ritmo, o entusiasmo.

O segundo é uma determinação fora do comum. Conseguem prosseguir mesmo quando muitos já desistiram. Fazem das quedas uma fonte de aprendizagem sem tamanho.

De resto, são pessoas comuns como eu e você.                                            R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta