Algo a oferecer

Temos sempre algo a oferecer. Você pode acreditar nisso.

Tenha sempre algo valioso para oferecer, pode ser um ensinamento, um bom conselho, uma ajuda ou mesmo um bem material.

Quem dá recebe, e temos que estar prontos para oferecer ajuda de maneira generosa, sem almejar nada em troca.

Como escreveu Samuel Johnson, “o verdadeiro valor de uma pessoa é a maneira como ele trata alguém que não pode lhe trazer qualquer benefício”.

Temos que evitar a atitude auto-centrada, esperando que todos venham a nós, e que os outros estejam prontos a anos servir.

Agregue valor ao momento, dê uma ajuda, dê o seu toque especial. Isso não quer dizer dar uma de astro da festa, forçar a barra para estar no palco.

Dar e receber:

Como nos ensina Adam Grant no seu valioso livro Dar e Receber, temos que nos destacar daqueles que muito oferecem e acabam por se tornarem capachos dos aproveitadores. Temos ainda que evitar os outros que sempre encontram alguém de quem possa tirar muito sem oferecer nada.

A reciprocidade deliberada acaba se tornando muito evidente. As pessoas se afastam também destes que não dão ponto sem nó. São pessoas que dão, mas estão com olhar no proveito que podem tirar dessa suposta generosidade. Os amigos ficam receosos de pedir algum favor, pois sabem que vai lhes custar caro.

Grant cita o exemplo do executivo maior da Enron, a empresa que se envolveu em fraudes e escândalo financeiro monstruoso e que levou tal personalidade à cadeia.

Kenneth Lay, como aponta Grant, era mestre em oferecer alguma ajuda não solicitada para cobrar o pedágio. Isso era feito um pouco mais adiante, com juros e correção monetária, na forma de acesso, influência e vantagens no mercado onde ele operava.

Ele morreu inesperadamente de ataque cardíaco poucos meses antes de receber a sentença que o levaria a algumas dezenas de anos na prisão.

A felicidade não está aí, seguramente. Por um motivo ou outro, os aproveitadores e desonestos acabam por pagar caro, inclusive com a saúde. Muitos acabam padecendo e morrendo de maneira inesperada.

Temos que acompanhar os bons exemplos de pessoas que dedicam a vida tendo sempre algo a oferecer, de coração, e de maneira desinteressada. O mundo, embora nos pareça hostil aos generosos, é também farto de exemplos que nos encorajam e nos inspiram.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta