Ajuda profissional e do Alto é essencial para você se livrar dos vícios

Ajuda profissional e do Alto é essencial para você se livrar dos vícios

Dedique energia especial para tratar dos seus vícios. Procure ajuda dos familiares, ajuda profissional e grupos de ajuda quando for o caso.

Os vícios confundem os seus propósitos de crescimento, trazem a letargia, tão nociva ao seu crescimento pessoal. Pode ser uma dependência química, mas pode ser um distúrbio alimentar ou uma mania de qualquer natureza. Procure ajuda.

Procure se fortalecer emocionalmente para atacar com mais vigor essa doença ou uma simples deficiência.

É comum nos julgarmos muito fortes, mas muita coisa pode estar saindo fora do nosso controle, embora nos esforcemos para argumentar de maneira diferente.

Ajuda essencial:

Precisando de ajuda, primeiramente, se abra para ser ajudado, e saiba que você onde recorrer.

Mesmo para os familiares de pessoas envolvidas em alguma dependência química, a ajuda profissional é sempre bem-vinda. Os grupos de ajuda são comprovadamente um recurso valioso tanto para dependentes quanto para familiares.

Reconhecer o seu vício é o primeiro grande passo. Aceitar ajuda é outro grande passo que vem a seguir.

A decisão de prosseguir a vida e o seu processo de crescimento pessoal é a condição essencial para acumular energia para lidar com essas dificuldades.

A luta é dura, mas vale a pena, e o histórico de recuperação é animador para qualquer tipo de vício.

Entender o mecanismo da doença é muito importante para saber como lidar com ela.

Entender a doença também é importante para amigos e familiares que estão dispostos a ajudar.

Uma grande sacada é ter a coragem para encarar de frente os vícios, com disposição para se curar e humildade para assumir somente aquilo que dá conta naquele momento.

Volte a gostar de si próprio. Se levante do chão. Levante a autoestima.

Busque dentro de si a energia para se levantar com as próprias pernas.

Não recuse o braço amigo estendido para te apoiar. Aceite ajuda profissional.

Aprenda a ver, a sentir e a aceitar a ajuda que te chega na forma de luz espiritual.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta