Aguarde os resultados com entusiasmo.

Aguarde os resultados com entusiasmo e esperança, e não com medo e apreensão.

Confie no seu taco, confie na sua competência.

Você fez o que tinha que ser feito, e se fez bem feito, é até natural que o resultado seja bom.

Uma vez ouvi um ditado popular interessante: “quanto mais me empenho, mais sorte tenho”.

É claro que a sorte, o inesperado, e até o improvável acontece, mas a sorte acompanha quem está empenhado em fazer o melhor, quem se aprimora e consegue ser melhor a cada dia.

Outro ditado popular que retrata isso é: “ todo santo ajuda quem cedo madruga”.

Quem trabalha e se empenha tem também os santos a seu favor.

Quanto olhamos a realidade com otimismo, não só estamos sintonizados com o bom resultado, mas também confiamos no bom resultado.

Eu acredito no poder da atração, de que atraímos aquilo que estamos sintonizados.

Quando perdemos a fé e a confiança em nós mesmos, atraímos resultados negativos, e o mais grave, é que nos sabotamos toda vez que um resultado positivo está prestes a acontecer.

Estamos tão por baixo, que um resultado positivo acaba sendo descartado, assim como uma oportunidade de ouro acaba sendo desprezada.

A auto-sabotagem é algo que muitos especialistas têm estudado no mundo acadêmico – é uma coisa séria.

O pessimismo, o negativismo, é um ciclo vicioso que puxa para baixo o indivíduo, confirmando na sua mente aquilo que ele pensa de si mesmo – incompetência, azar, infortúnio, miséria.

É possível contribuir para alcançar o ciclo virtuoso – competência, sorte, fortuna, felicidade.

É necessário mudar a programação mental.

Vai dar certo.

Está no caminho certo.

Dei o melhor de mim, e só pode dar certo.

Melhore a autoconfiança, mas busque sempre o seu aprimoramento.

Não deixe a peteca cair, corrija as suas deficiências e corra atrás do desenvolvimento pessoal.

E depois que fez tudo o que tinha que ser feito da melhor maneira possível, espere o resultado com entusiasmo, com otimismo, e feliz por ter tipo capacidade de assim desempenhar.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta