Acreditar em si próprio é essencial.

Você vai enxergar as oportunidades, pois os caminhos e desafios se encaixam nas suas potencialidades.

Facilitar encontrar as soluções e alternativas, pois acreditamos que podemos executá-las.

Acreditar em si estimula e nos empurra para a ação, nos tira da imobilização.

Vamos transbordar confiança e as pessoas sabem que podem acreditar na gente.

Aprendizagem:

Aprenda a enxergar as suas realizações e não só a das outras pessoas.

Aprenda a dar um trabalho como encerrado, não espere pela perfeição, nem almeje a perfeição.

Pare de se comparar com os outros.

Procure se aprimorar, veja o quanto você já aprendeu e evoluiu.

Acreditamos em si próprio e plantamos as nossas sementes, confiando na nossa capacidade de criar e produzir.

Acreditamos em Deus e aguardamos pacientemente que as sementes germinem, sem ficar remexendo a terra, ansioso e inseguro.

Com essas duas coisas no lugar, a confiança em si mesmo, e a fé em Deus, tudo tem chance de acontecer.

Você não precisa ficar tentando convencer os outros da sua capacidade, pois os resultados irão revelar do que você é capaz.

Se ocupe, e faça a sua parte, pois a insegurança se aloja na mente do desocupado, aquele que escolhe ficar estagnado.

Afaste o negativismo com relação a si próprio.

Traga da sua memória os momentos de realização, e a satisfação de fazer acontecer.

Deseje ardorosamente essa mesma sensação, confie, e faça.

Como disse Balzac: “se você duvida do seu poder, você dá poder às suas dúvidas”.

Faça calar um pouco aquela voz interna que insiste em dizer: eu não consigo – não nasci para isso – sou um fracasso.

Assuma que tem um potencial a realizar. Vá fundo no seu íntimo e descubra aquilo que te move, aquilo que te daria uma satisfação enorme de realizar.

Vá nessa direção, um passo de cada vez, e realize.                                                                               R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta