Aceite a nova realidade.

A vida não um montão de caminhos sem volta. Vivemos indo e vindo, retornando, refazendo e seguindo adiante.

Há momentos, e temos que colocar atenção, em que resistimos em aceitar uma nova realidade e ficamos paralisados, reclamando da vida, maldizendo as pessoas ao invés de seguir adiante.

A vida é curta, como afirma a escritora Gretchen Rubin, os dias são longos, mas os anos são curtos.

Não há tempo a perder:

Não dá para perder tempo brigando com a realidade. Mesmo não gostando, muitas vezes nos falta a aceitação para nos liberarmos para seguir tocando a vida.

A vida é o que é. Eu bem que gostaria que muita coisa fosse diferente, mas tenho que aceitar aquilo que não posso mudar.

O passado já passou, e não posso me fixar no retrovisor, tentando engatar uma ré, como se fosse possível voltar e mudar o que já ocorreu.

O futuro é melhor que qualquer passado, e além do mais, está aí para ser construído, agora, neste momento, um passo de cada vez.

Confesso que vez por outra tenho o impulso de reclamar da vida, como se isso fosse mudar alguma coisa.

A única coisa certa é que me deixa infeliz e me incapacita para aproveitar a vida que se passa uma hora a cada sessenta minutos, exatamente no meu nariz.

Momento presente:

Fixar a atenção no momento presente exige prática, pois não vem naturalmente. Somos geneticamente construídos para se preocupar com o que não vai acontecer, o que é um desperdício total de tempo, energia e paciência.

Um pouco de meditação vai colocar o organismo em paz para enxergar a realidade na sua real proporção.

A vida é boa, acredite.

Os problemas, temos todo mundo, mas é possível aproveitar a vida entre um problema e outro, além do que, cada problema é uma lição para te fortalecer.

Cometemos erros para não cometê-los. Temos que aprender. Temos que tirar lições dos tropeções e escorregões.

É muito gratificante saber que aprendeu a lição, e que apesar dos arranhões, você saiu inteiro da experiência.

Aceitar a vida é aceitar a abundância da vida, e seguir adiante é acreditar que pode aprender mais, e que é possível ser feliz a despeito de tantos buracos no caminho.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta